“Deixo o caminho aberto para o Santos ganhar tempo”, diz Cuca

Técnico revelou que fará um cateterismo com imagens mais aprofundadas para ter real dimensão do seu problema de saúde

Por: De A Tribuna On-line  -  23/11/18  -  21:50
Técnico disse que fará
Técnico disse que fará "pit stop para revisar o motor" e depois volta para a corrida   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Ao confirmar que vai deixar o Santos ao final do Campeonato Brasileiro, Cuca revelou que fará um cateterismo com imagens mais aprofundadas para ter real dimensão do seu problema de saúde, conforme foi revelado ao final da partida de quarta-feira (21), contra o Botafogo, na Vila Belmiro.


“Venho explicar um pouco do que aconteceu para o pessoal que gosta de mim. Não tive um problema de coração, tive dois. Um na artéria principal e outro na secundária. Meu cardiologista pediu exames mais avançados e um cateterismo para combater os dois problemas. São coisas naturais, infelizmente, para esse estresse e a hereditariedade. Faço um pit stop para revisar o motor e depois volto para a corrida”, disse o treinador.


“A prioridade é melhorar para exercer a função novamente. Dirijo o Santos contra Galo e Sport e depois penso na minha saúde. Não vou poder permanecer, infelizmente. Deixo o caminho aberto para o Santos ganhar tempo e termos um ano melhor em 2019”, afirma.


Presente, o presidente José Carlos Peres agradeceu o trabalho do treinador e revelou que o Santos estará sempre de portas abertas para recebê-lo. De quebra, ainda brincou dizendo que Cuca irá ajudá-lo na escolha do novo nome.


Cuca, entretanto, disse que não deve participar. Porém, se for questionado por outros técnicos, como Abel Braga, por exemplo, que tem sido ventilado como seu sucessor, fará indicações. “Venha, pode vir, fará trabalho bom. Terra é muito boa para trabalhar. Montagem tem que passar pelo treinador para ter os gostos dele”, acrescentou Cuca.


Por fim, o mandatário alvinegro agradeceu aos trabalhos prestados pelo técnico e afirmou que Cuca faz parte da sua família. “Errei mais do que ele. Mas é assim. Jogamos como um time, como uma família. Numa família, nem todo mundo pensa igual. O Cuca é generoso, ajuda as pessoas. A preleção dele é uma lição. Vai para o jogo e acontece como ele fala. Agradeço de coração, você faz parte da minha família”, disse o presidente.


Logo A Tribuna