Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Contra o Boca, Santos encara enredo parecido com o do bicampeonato nos anos 60

Nos dois primeiros títulos da Copa Libertadores, Alvinegro empatou o 1º e venceu o duelo de volta para ir às finais

Por: Bruno Lima  -  08/01/21  -  10:06
Lucas Braga em ação durante jogo de ida contra o Boca Juniors
Lucas Braga em ação durante jogo de ida contra o Boca Juniors   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Pela quarta vez na história, o Santos irá para o segundo jogo da semifinal após empatar no primeiro duelo. E o retrospecto é positivo. Em duas situações como a atual, o Peixe venceu o compromisso de volta, foi às finais e conquistou os títulos da Libertadores.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A primeira vez que isso ocorreu foi em 1962, quando o Santos empatou por 1 a 1 com a Universidad Católica, do Chile, fora de casa, e carimbou a classificação para a final vencendo o jogo da volta na Vila Belmiro, por 1 a 0, com gol marcado por Zito. Na decisão, o Peixe foi campeão em cima do Peñarol.


No ano seguinte, o filme se repetiu. Porém, com o primeiro encontro sendo disputado no Pacaembu contra o Botafogo, que tinha Nilton Santos e Zagallo, e que terminou num empate por 1 x 1. No confronto de volta, disputado no Maracanã, Pelé chamou a responsabilidade e, com três gols, ajudou o Santos a vencer por 4 a 0. A decisão foi contra o Boca Juniors, que viu o Peixe vencer os dois duelos.


Em 2004, o embate nas semifinais foi contra o surpreendente Once Caldas, da Colômbia. No jogo de ida, na Vila Belmiro, as equipes empataram por 1 a 1. Contudo, na partida de volta, em Manizales, os colombianos venceram por 1 a 0 e eliminaram os santistas. Na decisão, o Once Caldas bateu o Boca Juniors.


Depois do empate por 0 a 0 com o Boca Juniors na Bombonera, o Santos recebe a equipe argentina na Vila Belmiro, na próxima quarta-feira (13). Quem vencer estará classificado para a final que será disputada no Maracanã, em 30 de janeiro. Em caso de novo empate sem gols, a vaga será definida em cobranças de pênaltis. Qualquer empate com gols leva o Boca Juniors para a final.


Santos nas semifinais da Libertadores:


1962
Universidad Católica 1 x 1 Santos
Santos 1 x 0 Universidad Católica
(Santos campeão sobre o Penãrol)

1963
Santos 1 x 1 Botafogo
Botafogo 0 x 4 Santos
(Santos campeão sobre o Boca Juniors)


1964
Santos 2 x 3 Independiente
Independiente 2 x 1 Santos


1965
Santos 5 x 4 Peñarol
Peñarol 3 x 2 Santos
Peñarol 2 x 1 Santos


Em 2003
Santos 1 x 0 Independiente Medelín
Independiente 2 x 3 Santos
(Santos vice-campeão contra o Boca Juniors)


Em 2004
Santos 1 x 1 Once Caldas
Once Caldas 1 x 0 Santos


Em 2007
Grêmio 2 x 0 Santos
Santos 3 x 1 Grêmio


Em 2011
Santos 1 x 0 Cerro Porteño
Cerro Porteño 3 x 3 Santos
(Santos campeão contra o Peñarol)


Em 2012
Santos 0 x 1 Corinthians
Corinthians 1 x 1 Santos


Logo A Tribuna