Cleber Reis espera nova chance no Santos: ‘Vou provar meu valor’

Zagueiro tem treinado normalmente durante a pré-temporada e pretende fazer parte dos planos de Sampaoli para 2019

Por: De A Tribuna On-line  -  11/01/19  -  16:30
Atualizado em 11/01/19 - 17:14
  Foto: Ivan Storti / Santos FC

O zagueiro Cleber Reis espera uma nova chance para mostrar seu futebol nesta temporada. Contratato no início de 2017 junto ao Hamburgo, da Alemanha, o defensor não teve muitas oportunidades desde que chegou ao time alvinegro. Focado, o defensor tem treinado normalmente durante a pré-temporada e almeja ser incluído pelo técnico Jorge Sampaoli nos planos da equipe de 2019.


Cleber ficou marcado pela antiga comissão técnica pela expulsão na partida contra a Ferroviária, no Campeonato Paulista do ano retrasado. “É inacreditável, mas fui crucificado por aquilo. Claro que ninguém gosta de ser expulso, mas faz parte do jogo, especialmente para zagueiro. Era meu primeiro jogo pelo Santos e ainda estava me ajustando ao time. A culpa daquela derrota recaiu sobre mim e, infelizmente, depois daquele cartão vermelho, parece que tudo mudou e tive poucas chances”, lamentou.


O zagueiro chegou à equipe da Vila Belmiro cercado de expectativas por parte do clube e da torcida, mas nunca teve uma sequência de jogos. Em uma das chances que teve, mostrou o motivo pelo qual a diretoria santista investiu R$ 7 milhões para tê-lo. Na Libertadores de 2017, contra o The Strongest, o Santos superou a altitude boliviana e o fato de ter um jogador a menos desde o primeiro tempo com Cleber sendo fundamental para garantir o empate e a classificação para o mata-mata.


“Aquele foi um jogo épico. Os donos da casa nos pressionaram com muita correria e bolas aéreas. Jogar com um a menos naquelas condições não é nada fácil, mas consegui fazer uma ótima partida, anulando a maioria das investidas do adversário, tanto pelo chão quanto pelo alto. Infelizmente, as pessoas tendem a lembram só das coisas negativas”, disse.


Depois de ter sido emprestado duas vezes para disputar o Campeonato Brasileiro - Coritiba em 2017 e ao Paraná em 2018 -, o defensor diz que quer lutar por seu espaço no Santos e acredita que pode render muito com o atual técnico. “Ele é um treinador experiente, com passagens por grandes clubes e seleções do futebol mundial e que sabe tirar o melhor de cada atleta. Vou provar meu valor e mostrar que estou pronto para defender essa lendária camisa”, concluiu.


Logo A Tribuna