Logo A Tribuna

Carille minimiza derrota para o Atlético-MG, mas lamenta erros do Santos

Para o treinador, efeito moral conquistado após a vitória sobre o Grêmio segue intacto

Por: Bruno Lima  -  13/10/21  -  22:04
 Fábio Carille se queixou pelo fato de os gols do Galo terem saído após falhas defensivas
Fábio Carille se queixou pelo fato de os gols do Galo terem saído após falhas defensivas   Foto: Ivan Storti/Santos

O técnico Fábio Carille deixou o Mineirão incomodado com os erros cometidos pelos comandados na derrota desta quarta-feira (13), por 3 a 1, para o Atlético-MG. Apesar disso, o técnico do Santos, em entrevista coletiva após o duelo, afirmou que a frustração pelo resultado em Belo Horizonte não irá tirar do elenco a confiança reconquistada após a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, no último domingo (10).


"A derrota desta noite não vai trazer (pressão de volta). Imagina se não ganhássemos do Grêmio? Poderíamos ter ficado na zona de rebaixamento e o jogo de hoje seria muito tenso. Aquela vitória foi maravilhosa, temos que saborear, ficar orgulhosos. Foi um ótimo astral no estádio. Por isso, garanto que o resultado contra o Grêmio foi mais forte do que o do Atlético-MG e não irá nos tirar a confiança para buscarmos nossos pontos contra o Sport - domingo (17), às 20h30, no Recife", disse o treinador.


Mesmo com o otimismo, Carille não deixou de lamentar as falhas defensivas diante do Galo. O treinador se queixou da desatenção do time principalmente nos lances de bolas aéreas.


"Eu queria que ocorresse o gol por mérito deles, não por erros nossos. As jogadas de bolas aéreas incomodam demais o Santos há tempos. Organizamos e fomos bem contra São Paulo e Grêmio, mas falhamos hoje. Futebol é decidido nos detalhes na maior parte das vezes. E temos que estar mais atentos. A concentração precisa estar lá em cima, ainda mais em jogo decisivo. Não posso reclamar de vontade e de entrega. Desde o início vi o Santos correndo e lutando, mas temos que ter mais concentração e jogar mais, sim. Ficar mais com a bola", acrescentou o treinador santista.


Logo A Tribuna