Carille ativa 'modo sincerão' e diz que Santos não merecia vencer: 'Desconcentrado e lento'

Técnico do Peixe também comentou sobre problemas na preparação para enfrentar o Mirassol

Por: Ted Sartori  -  11/02/24  -  21:29
  Foto: Raul Baretta/Divulgação Santos FC

O técnico Fábio Carille ativou novamente o 'modo sincerão' e deixou claro que o Santos não merecia vencer o jogo em que empatou com o Mirassol por 2 a 2, neste domingo (11), no Estádio José Maria de Campos Maia, pela sétima rodada do Paulistão.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


"Foi isso que eu falei para os atletas. Não sei se vem da intensidade das vitórias contra Guarani (2 a 0) e Corinthians (1 a 0). Uma hora poderia pesar. Achei o time desconcentrado, lento, rodando bola com lentidão e facilitando o jogo do Mirassol. Não merecíamos a vitória, comemoramos o ponto e seguimos a caminhada", afirma.


Carille não esconde os problemas ocorridos na preparação para enfrentar o Mirassol, com direito a atraso em voo para São José do Rio Preto - cidade vizinha ao palco do jogo - e sem atividade em campo, apenas na academia.


"Trago como aprendizado. O vestiário estava muito triste pelo rendimento, pois sabe que pode mais. Que sirva de lição para que não aconteça mais. Mas faz muito tempo que não conseguimos dar um treino decente, com dois jogos por semana e o grupo novo tem dado uma resposta boa, mesmo sem muito treino", explica.


Apesar do gol marcado, o lateral Hayner também expressou o mesmo sentimento do comandante santista. "Um empate amargo. Temos dois jogos fora de casa. Buscamos os três pontos contra o Mirassol e conseguimos um. Vamos em busca dos três no clássico", comentou, referindo-se ao duelo com o São Paulo, quarta-feira, às 19h30, no Morumbis.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter