No 'Clássico dos Imigrantes', Portuguesa Santista vence o Juventus pela A2

Briosa bateu o Moleque Travesso por 1 a 0 neste domingo com gol de Daniel Bueno, aos 40 do segundo tempo

Por: Nathalia Perez & De A Tribuna On-line &  -  24/02/19  -  16:01
Aos 40 do segundo tempo, Daniel Bueno marcou de cabeça
Aos 40 do segundo tempo, Daniel Bueno marcou de cabeça   Foto: Carlos Nogueira/AT

O forte sol de Santos não fez a Portuguesa Santista esmorecer no 'Clássico dos Imigrantes', contra o Juventus, no Estádio Ulrico Mursa. Neste domingo (24), a Briosa superou o calor e o clima hostil entre as torcidas e buscou a vitória pela nova rodada do Campeonato Paulista Série A-2, vencendo a equipe da capital paulista por 1 a 0.


O único gol do jogo saiu por volta dos 40 minutos do segundo tempo e foi marcado por Daniel Bueno, que anotou seu segundo tento no estadual deste ano. Com o placar final, a Briosa pulou para a quarta posição na tabela e soma agora 17 pontos, contra 15 do Moleque Travesso, que caiu para a quinta colocação.


O jogo


O primeiro tempo começou 'lá e cá', mas com a Portuguesa demonstrando certa superioridade por ter chegado mais vezes à área adversária nos minutos iniciais.


Os primeiros 45 minutos se desenrolaram com a Briosa ficando mais próxima à meta do Moleque Travesso. Tanto que as melhores chances de gol partiram dos jogadores rubro-verdes.


Uma dessas oportunidades foi protagonizada por Carlos Alberto. O meia fintou a marcação do Juve e arriscou o primeiro chute de perigo da etapa inicial. Paulo Vitor, no entanto, evitou o que seria o primeiro tento da partida.


Poucos minutos depois, foi a vez dos visitantes chegarem perto de abrir o placar. Aos 23 minutos, a bola viajou na área da Portuguesa, encontrou a cabeça de Robson e relou na trave esquerda do goleiro John.


Carlos Alberto voltou a ameaçar inaugurar o marcador na altura dos 32 minutos. Boré carregou pela esquerda, invadiu a grande área e rolou para o camisa 8, que bateu para fora.


Na sequência, Diogo Lopes, substituindo Acleisson, suspenso, recebeu próximo da intermediária e, com um tiro de canhota, levou muito perigo ao arqueiro Paulo Vitor. A rede até chegou a balançar, só que pelo lado de fora.


Aos 40 minutos, Diego Palhinha ganhou uma jogada disputada com o meia Alê, passou para Wesley e o atacante da Portuguesa fez a finalização, mas, novamente, a bola foi para a linha de fundo. Alguns torcedores até chegaram a comemorar o gol, porque, de alguns setores do estádio, pareceu que a rede tinha sido balançada na parte de dentro.


Em suma, a Santista jogou melhor ao longo da primeira etapa, mas não conseguiu reverter a posse de bola e as diversas chegadas ao ataque em gols.


Na volta do intervalo, logo aos 3 minutos do segundo tempo, a Briosa sofreu uma falta perto da entrada da grande área e Boré mandou uma bomba na cobrança, com Paulo Vitor espalmou para evitar o gol da equipe lusitana. 


E não foi a única vez que o dono da meta do Juve teve que trabalhar na segunda etapa. O goleiro parou uma cabeçada de Daniel Bueno, jogando a bola para escanteio.


Só deu o time da casa, e Paulo Vitor teve que se esforçar muito para evitar que sua equipe ficasse em desvantagem.


Na marca dos 40 minutos, na reta final da partida, não teve jeito. O arqueiro do Moleque Travesso não pôde barrar Daniel Bueno, que, depois de escanteio cobrado por Carlos Alberto, cabeceou e a bola teve endereço certo: o fundo das redes.


Os torcedores da Briosa presentes em Ulrico Mursa foram ao delírio com o gol e, ensandecidos, celebraram muito o tento que deu mais três pontos para a Portuguesa na competição.


Confusão entre torcidas


Antes do pontapé inicial, uma confusão entre torcidas se formou em frente a Ulrico Mursa e envolveu policiais militares. De acordo com informações da PM, a briga partiu dos torcedores do Juve, que "chegaram ao estádio arremessando pedaços de madeira e bombas".


Nenhum torcedor foi preso no confronto. Porém, dois membros de uniformizadas de cada equipe foram autuados. A briga não interferiu no início da partida, que começou no horário previsto, às 10h (de Brasília). 


O clima de hostilidade perdurou durante o jogo, com as duas torcidas se provocando enquanto a bola rolava no gramado.


Próximos compromissos


A Briosa viaja para Americana para enfrentar o Atibaia na décima rodada da A2. O jogo será realizado no próximo sábado (2), às 15h, e terá como palco o Estádio Décio Vitta.


Dois dias depois, na segunda-feira (4), o Juventus vai a Limeira para medir forças com a Inter. A bola rola às 17h30 no Estádio Municipal Major José Levy Sobrinho.


Ficha técnica


Portuguesa Santista 1 x 0 Juventus


Local: Estádio Ulrico Mursa (Santos-SP)


Portuguesa Santista: John; Dick (Laionel), Balardin, Luiz Eduardo e Boré; Tufa, Diogo Lopes (Rayllan), Diego Palhinha e Carlos Alberto; Daniel Bueno e Wesley (Wendell). Técnico: Sérgio Guedes


Juventus: Paulo Vitor; Thiaguinho, Robson, Diego Sacoman e Paulo Henrique; Lucas, Gabriel (Rocha), Potiguar (Romarinho), Alê; Cesinha e Adilson (Douglas). Técnico: Alex Alves


Gols: Daniel Bueno (40'1T)


Cartões amarelos: Dick e Balardin (Portuguesa Santista); Robson, Paulo Henrique e Gabriel (Juventus)


Público e renda: 2.140 pagantes / R$ 33.345,00


Árbitro: Lucas Canetto Bellote


Assistentes: Paulo de Souza Amaral e Fausto Augusto Viana Moretti


Logo A Tribuna