Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Briosa vence de virada o Taubaté e ganha a primeira no Campeonato Paulista da Série A-2

Gols de pênalti de Léo Costa e França garantiram a vitória da Portuguesa Santista, a terceira colocada da competição

Por: Sandro Thadeu  -  06/03/21  -  21:10
Atualizado em 19/04/21 - 16:39
 Briosa chegou aos 4 pontos na competição
Briosa chegou aos 4 pontos na competição   Foto: Agência Briosa/Fabrizio Neitzke

Após estar perdendo a partida por 1 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, a Portuguesa Santista conseguiu virar e derrotou o Taubaté, na tarde de sábado (6), no Estádio Joaquim de Morais Filho, em confronto válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A2.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!


Os donos da casa abriram o placar aos 15 minutos da etapa inicial com o atacante Luiz Fernando, mas a Briosa garantiu a primeira vitória na competição ao fazer dois gols de pênalti no segundo tempo: aos 40, com o meia Léo Costa, e aos 48, com o volante França.


Com o resultado, o clube dirigido pelo técnico Axel chega aos 4 pontos na competição e passa a ocupar o terceiro lugar. O Red Bull Brasil, com a mesma pontuação, está uma posição à frente por ter melhor saldo de gols (2 a 1). Já o Burro da Central segue sem pontuar no torneio.


O próximo compromisso dos comandados do técnico Axel será na próxima quarta-feira (10), às 15h, contra o Rio Claro, no Estádio Municipal Dr. Augusto Schimidt Filho. No mesmo dia, mas às 19h, o Taubaté encara o Oeste, em Barueri.


A partida


Aos 4 minutos, o lateral da Briosa Matheus Leal apareceu bem e avançou até a linha de fundo. Ele cruzou rasteiro, porém a bola passou pela pequena área e ninguém completou para o gol.


Aos 7, o Taubaté respondeu. Erick Salles puxou rápido contra-ataque na direita e cruzou rasteiro. O lateral-direito Compri chutou contra a própria meta, no contrapé de Leandro, que se esticou todo para evitar o gol contra.


Aos 15, os donos da casa abriram o placar com Luiz Fernando. Após um lançamento do campo de defesa, a bola chegou até Tadeu. De costas para o gol, ele deu um lindo passe de calcanhar para o atacante, que ficou livre de marcação e chutou da entrada da grande área para fazer 1 a 0 para o Taubaté.


O jogo foi paralisado aos 18 minutos por uma situação inusitada. Após o estouro de rojões do lado de fora do estádio, o autor do gol levou a mão na orelha direita, após o barulho provocado pela explosão.


Bem marcada, a Briosa demonstrou dificuldade de furar o bloqueio adversário. Em uma dessas oportunidades, aos 25, Dener recebeu um belo lançamento na direita. Ao invés de cruzar, o atacante surpreendeu ao dar um chute de três dedos e o goleiro Fábio fez uma linda defesa, impedindo o empate.


Em um contra-ataque perigoso do Burro da Central, aos 37, Buchecha fez um belo lançamento rasteiro para Luiz Fernando. Na saída do goleiro, ele tocou à direita e a bola foi para rente à trave para sorte da Briosa.


Dois minutos depois, após cobrança de lateral, Dener, na grande área, cruzou da linha de fundo para trás. Maranhão concluiu, mas Ferreira travou no momento certo para salvar os donos da casa.


No último lance da etapa inicial, aos 47, Compri cobrou uma falta em direção à grande área. Brumati cabeceou bem. Atento, Fábio bloqueou a finalização.


Segundo tempo


A Briosa voltou melhor para a etapa complementar e apresentou maior volume de jogo. Porém, a equipe do técnico Axel esbarrou na boa compactação defensiva dos mandantes da partida.


Aos 4 minutos, Rodrigo Maranhão recebeu um ótimo lançamento na grande área. Ele bateu forte cruzado, mas a bola foi para fora.


Aos 9, a Briosa perdeu uma grande chance de deixar tudo igual no placar com Bruninho. O atacante, ao entrar na grande área, soltou a bomba e Fábio conseguiu afastar.


Após os 15 minutos, o Taubaté deixou de ter uma postura muito defensiva e a disputa dos times ficou concentrada no meio de campo, sem nenhuma oportunidade clara para os dois clubes.


Aos 38, Compri cruzou na grande área e o zagueiro desviou a bola com a mão. O árbitro marcou pênalti. Dois minutos depois, o meia Léo Costa cobrou bem no canto esquerdo para deixar tudo igual e o goleiro Fábio nem saiu na foto ao cair para o outro lado.


Aos 47, a Briosa teve mais uma penalidade a seu favor. Elivélton chutou e Betinho fez uma defesa com braço. O experiente França bateu no meio do gol e virou a partida, aos 48, dando números finais ao jogo.


Logo A Tribuna