EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

22 de Outubro de 2019

Sérgio Guedes vê Portuguesa Santista como único time que visita em posição de igualdade na A2

Em papo com a Tribuna On-Line, o treinador analisou como a Briosa se porta jogando dentro e fora de Ulrico Mursa

Quarta colocada na tabela de classificação do Campeonato Paulista da Série A2, a Portuguesa Santista tem um dos melhores aproveitamentos da competição até agora e é uma das equipes que mais conseguem bons resultados jogando longe de seu domínio.

Em conversa com a Tribuna On-Line, o técnico Sérgio Guedes comentou a postura da Briosa dentro e fora de casa. Embora atue de maneiras diferentes como visitante e mandante, o time rubro-verde, até o momento, possui os mesmos números de derrotas, vitórias e empates nas duas condições.

"É muito simples de explicar isso. A Portuguesa é o único time que visita em posição de igualdade. É o sentimento que eu tenho. Sinto que nosso time é respeitado, e isso cria dificultador. Se você olha os jogos fora, você chega à conclusão de que nos atacaram. E, em Ulrico Mursa, jogam por ocasião", elucidou o treinador.

Atuando em Santos, a Briosa contabiliza duas vitórias, um empate e uma derrota. As estatísticas se repetem quando os oponentes a recebem em seus estádios. E os times para os quais a Portuguesa perdeu são justamente os que ocupam as duas primeiras posições na tabela do campeonato.

"Quando você é visitante, o fator mando obriga o adversário a te atacar, por mais que ele não queira. A arquibancada começa a pressionar. O dirigente cobra o técnico. Isso por si só responde essa questão", falou ainda Sérgio.

"Precisamos saber que temos que ter o controle de jogo, o volume, uma margem de erro de passes errados pequena, porque tudo que o adversário quer é que você precipite. Que você faça uma escolha errada. Eles estão armados para isto: para, em três ou quatro toques, chegar ao seu gol", finalizou.

Tudo sobre: