EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

5 de Agosto de 2020

Nova comissão técnica da Portuguesa Santista já se planeja para a volta das atividades

Auxiliar técnico Marcelo Copertino conta como está sendo o início do trabalho comandado por Elder Campos

De comissão técnica renovada, a Portuguesa Santista aguarda a definição sobre a retomada do Campeonato Paulista da Série A2. Enquanto nada é decidido, Elder Campos e sua equipe planejam a volta das atividades e trabalham à distância com os atletas. Isso é o que conta o auxiliar técnico Marcelo Copertino.

"Iniciamos nosso trabalho no dia 1º de junho e, desde então, ao lado do Elder, do Rafael Dohnal (preparador físico), Robson Agondi (treinador de goleiros), Alexandre Rocha (fisiologista) e do Cassiano Carduz (gerente de Futebol) estamos nos reunindo diariamente para planejar as avaliações físicas e os treinos de campo que serão realizados assim que for possível. Não sabemos quanto tempo teremos até o reinício do campeonato. Por isso, cada dia tem que ser aproveitado da melhor maneira", disse.

Ele ainda acrescentou que, mesmo remotamente, os jogadores da Briosa já estão se preparando fisicamente e sendo monitorados. "O Rafael mantém contato diário com os jogadores e passa uma programação de treinos, além de orientar por videoconferência. Dessa maneira, eles irão se reapresentar com um bom condicionamento quando houver a retomada", detalhou.

Marcelo é irmão de Maurício Copertino, auxiliar do técnico Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras. Aos 44 anos, ele conta com as credencias de treinador Licença C e Licença B emitidas pela CBF Academy, órgão de formação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

Sua trajetória como auxiliar teve início em 2016 com o próprio Elder Campos no sub-15 da Portuguesa Santista. No ano seguinte, esteve ao lado de Edinho Cholby no profissional do Tricordiano, de Minas Gerais.

De volta à Portuguesa Santista após quatro anos, Marcelo se disse feliz com a possibilidade de retornar ao trabalho em sua cidade. "A motivação é enorme e estou confiante que a Portuguesa tem totais condições de garantir a classificação para a segunda fase e também de lutar pelo acesso. O elenco é qualificado e competitivo", concluiu.

Tudo sobre: