EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Palmeiras vence Fluminense e se aproxima do título de campeão brasileiro

Com gols de Borja, Felipe Melo e Luan, Verdão abre oito pontos para o Inter e pode até ser campeão no domingo

O Palmeiras deu mais um passo rumo ao título do Campeonato Brasileiro. O Verdão bateu o Fluminense por 3 a 0, em jogo disputado nesta quarta-feira (14), na Arena do Palmeiras, em São Paulo, pela 34ª rodada da competição. Os gols foram marcados por Borja, Felipe Melo e Luan.

Com o resultado, o líder do Brasileirão chegou ao 70 pontos e pode terminar a rodada com 8 pontos de vantagem para o segundo colocado, hoje o Internacional. Caso o Inter e Flamengo tropecem nesta quinta-feira, o Verdão pode até ser campeão no fim de semana. Já o Tricolor carioca estacionou na 11ª colocação, com 41 pontos.

Na próxima rodada, o Palmeiras viaja para enfrentar o Paraná, no domingo, às 17h, no estádio do Café, em Londrina. Uma vitória levaria o Verdão aos 73 pontos, marca que nenhum vice-campeão alcançou na história dos pontos corridos com 20 clubes em disputa. Já o Fluminense entra em campo na segunda-feira. O time enfrenta o Ceará, às 20h, no Maracanã.

Festival de cartões e gol de Borja

O primeiro tempo foi marcado pelo número de faltas e cartões distribuidos pelo árbitro Braulio da Silva Machado. Nos primeiros 45 minutos foram quatro amarelos, sendo três para os visitantes e um para os donos da casa. Já no campo, sem muitas emoções de ambos os lados.

O Fluminense fazia uma marcação atrás do meio de campo e parava o Palmeiras, muitas vezes, com faltas. A equipe de Marcelo Oliveira esperava por uma oportunidade para puxar o contra-ataque pelos lados do campo, com jogadores de velocidade como Ayrton Lucas.

Já o Verdão sofria com a falta de criatividade na armação, mesmo tendo o controle da partida. A primeira chance veio aos 14 minutos, em cobrança de falta de Bruno Henrique, que Júlio César espalmou para escanteio. Já aos 19, Borja recebeu de Diogo Barbosa e chutou rasteiro. O goleiro do Flu, novamente, fez boa defesa.

O Fluminense teve duas boas chances. Aos 34 , Igor Julião cruzou para Júnior Dutra, que tentou emendar um chute, mas pegou mal na bola, que saiu à direita de Weverton. Aos 38, Sornoza bateu falta e o goleiro palmeirense segurou a bola firme.

O gol dos donos da casa saiu aos 40 minutos. Diogo Barbosa fez bela jogada pela esquerda e cruzou. Willian fez o primeiro desvio e Borja completou para o gol. Apesar da posição legal do colombiano, o lance gerou reclamação dos adversários.

Aos 44, Dudu recebeu a bola na grande área. Com espaço para o chute, o atacante soltou a bomba, mas pegou torto e a bola saiu pela lateral do outro lado do campo. No último lance, em nova cobrança de falta, Bruno Henrique chutou e a bola tocou a rede pelo lado de fora.

Mais cartões e Felipe Melo sacramenta vitória

Com o resultado a favor, o Palmeiras passou a fazer uma partida cautelosa. Com isso, o Tricolor carioca buscou igualar as ações em campo, tendo uma maior posse de bola em comparação ao 1º tempo. No entanto, sem transformar esse equilíbrio em chances de gol.

Assim como no primeiro, um novo festival de cartões. Desta vez, foram mais seis amarelos, sendo quatro para o Palmeiras e outros dois para o Flu. Jadson, do Tricolor, ainda recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso.

No Verdão, Willian deu lugar a Gustavo Scarpa. Com isso, Felipão deslocou Dudu para direita, onde o atacante passou a encontrar mais espaço para jogar. Já no Flu, Cabezas saiu para a entrada de Everaldo.

O primeiro lance de perigo veio aos 24 minutos. Lucas Lima encontrou Scarpa na grande área. O meia cruzou para Dudu, que desviou novamente para a área. A bola acabou sobrando para Lucas Lima, que chutou, primeiro, em cima de Sornoza, e pois, por cima do gol. 

Depois, Marcelo Oliveira sacou Luciano para dar lugar a Marcos Júnior. Mas quem apareceu novamente foi o Palmeiras.  Aos 30, Dudu desceu pela direita, com espaço, e cruzou. Gustavo Scarpa desviou, dentro da pequena área, mas Júlio César fez a defesa. 

Insatisfeito com o ataque, o técnico do Fluminense sacou a última peça que começou o jogo na frente. Júnior Dutra deu lugar a Kayke. No Palmeiras, Felipão tirou Lucas Lima para a entrada de Felipe Melo. Com isso, Bruno Henrique passou a jogar com maior liberdade ofensiva no Verdão.

A estrela do volante brilhou dois minutos depois. Dudu cobrou falta para a área, e após um bate, rebate, a bola veio na direção de Felipe Melo, que emendou uma bomba para fazer um golaço na Arena do Palmeiras.

Nos minutos finais, Dudu saiu, ovacionado pelo estádio, para a entrada de Jean. Aos 44, o Palmeiras ainda fez o terceiro. Gustavo Scarpa cobrou falta para a área e Luan apareceu por trás da defesa para desviar, de cabeça, e marcar mais um. No minuto seguinte, o time carioca ainda viu Jadson ser expulso, após receber o segundo cartão amarelo.

Ficha técnica:

Palmeiras - Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Lucas Lima (Felipe Melo); Willian (Gustavo Scarpa), Borja e Dudu (Jean). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fluminense - Júlio César; Igor Julião, Paulo Ricardo, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Jadson e Sornoza; Júnior Dutra (Kayke), Luciano (Marcos Júnior) e Cabezas (Everaldo). Técnico: Marcelo Oliveira.

Gols - Borja, aos 40 minutos do 1º tempo, Felipe Melo, aos 37 e Luan aos 44 minutos do 2º tempo (Palmeiras).

Cartões amarelos - Borja, Diogo Barbosa, Thiago Santos, Lucas Lima e Luan (Palmeiras); Paulo Ricardo, Richard, Jadson, Digão e Kayke (Fluminense).

Cartão vermelho - Jadson (Fluminense)

Árbitro - Braulio da Silva Machado (AB-SC).

Público - 37.430 torcedores.

Renda - R$ 2.480.931,96.