Novo reforço, Danilo Barbosa elogia Palmeiras e lamenta não ter data para estrear

Jogador explicou que o cotidiano dos jogadores por lá não está tão diferente nos cuidados com a pandemia, apesar de os campeonatos não estarem suspensos

O primeiro reforço do Palmeiras para a temporada 2021 foi apresentado pelo clube nesta sexta-feira. O volante Danilo Barbosa, de 25 anos, foi emprestado pelo Nice, da França, até o fim da temporada e vai jogar com a camisa 18. O jogador elogiou em entrevista coletiva a estrutura do clube e a qualidade do elenco, mas lamentou não saber quando poderá estrear pela equipe.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Com a pandemia da covid-19 em um momento grave no Brasil, o calendário do Campeonato Paulista está com vários jogos suspensos. O Palmeiras não sabe quando e onde será o próximo jogo. "É uma situação delicada, porque vivemos um momento difícil. Não posso ser egoísta e dizer que tem de jogar. É um problema de saúde. Cabe às pessoas competentes tomarem as decisões. Nós temos de pensar no próximo", disse.

Dias depois de chegar da Europa, Danilo Barbosa explicou que o cotidiano dos jogadores por lá não está tão diferente nos cuidados com a pandemia, apesar de os campeonatos não estarem suspensos. "O dia lá na França era muito preso a ficar de casa para o treino. Não tinha tanto uma vida normal, como todos queriam. Aqui no Brasil não está sendo diferente também. É um momento delicado para todos", contou.

O jogador revelado pelo Vasco teve a oportunidade de trabalhar com o técnico Abel Ferreira na temporada 2017/2018 em Portugal, pelo Braga. "Foi uma época positiva. Tivemos um bom Campeonato Português. Na Liga Europa eliminamos equipes fortes. O Abel passa para os jogadores o recado de que todos são importantes, mesmo quem não estiver jogando naquele momento", comentou.

Danilo Barbosa treinou com o grupo nesta sexta-feira e diz estar pronto para estrear. "Trabalhei com o grupo, que é muito qualificado. Fisicamente estou bem", comentou. O jogador aceita atuar tanto como primeiro volante ou até de zagueiro, posição que já desempenhou algumas vezes pelo Nice. Apesar de ter só 25 anos, ele afirma que a experiência de sete anos na Europa pode ser útil para orientar os jovens colegas de time.

Tudo sobre: