Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Confira o desempenho dos jogadores do Palmeiras na final da Libertadores

Equipe alviverde conseguiu o gol da vitória nos acréscimos do segundo tempo

Por: Alexandre Lopes  -  30/01/21  -  22:25
Atualizado em 30/01/21 - 22:26
Equipe alviverde conseguiu gol da vitória nos acréscimos do segundo tempo
Equipe alviverde conseguiu gol da vitória nos acréscimos do segundo tempo   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Em um primeiro tempo praticamente sem chances de gol, e com nenhum chute a gol de ambas equipes, o Palmeiras foi ligeiramente superior, com duas oportunidades importantes de gol mas, mesmo assim, não conseguiu balançar as redes. Já na segunda etapa, ambas equipes demonstraram cansaço e amarraram o jogo pensando na prorrogação. Nos acréscimos, porém, Breno Lopes resolveu a situacao e deu o titulo para o Palmeiras.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Weverton ( 7 )
Não fez absolutamente nenhuma defesa no primeiro tempo. Abusou dos lançamentos por meio de bolas recuadas pela zaga palmeirense. No segundo tempo mostrou segurança nas poucas chances de gol do Santos.


Marcos Rocha (6)
Conseguiu levar a melhor em praticamente todas as bolas que disputou Felipe Jonathan e abusou do Cucabol cobrando laterais no estilo escanteio. Fez uma boa primeira etapa. No segundo tempo, continuou forçando as jogadas pela lateral, mas sem levar perigo.


Gustavo Gomez (6)
Acabou fazendo uma falta desnecessária no atacante Marinho e foi amarelado ainda no primeiro tempo. Mostrou, na segunda etapa, a segurança de sempre.


Luan (6)
Começou a partida de forma segura, com bons desarmes e jogando com segurança. Manteve o nível no segundo tempo.


Matias Vina (6)
Tentou armar algumas jogadas e soltar o jogo, mas não conseguiu criar boas oportunidades para o Palmeiras. Não repetiu as boas atuações que são sua marca com a camisa alviverde.


Ze Rafael (6)
Fez o de sempre. Correu, desarmou e tentou armar jogadas. Fez uma ótima finalização no inicial do jogo mas, em seguida, após defesa de John, o árbitro acabou dando falta. Saiu no segundo tempo para a entrada de Patrick de Paula.


Patrick de Paula (6)
Jogou pouco e não comprometeu. Foi essencial na marcação.


Danilo (7)
Não conseguiu ser o Danilo dos últimos jogos do Palmeiras. Também não se comprometeu.


Raphael Veiga (7)
Criou boas jogadas e deu trabalho para a defesa santista. Teve a chance mais clara de gol no primeiro tempo, mas acabou finalizando para fora. Saiu após o gol para a entrada de Alan Empereur. Na segunda etapa também criou boas chances.


Alan Empereur ( SEM NOTA )
Entrou apenas para reforçar a zaga palmeirense após o gol da vitoria.


Gabriel Menino (6)
Primeiro tempo sem brilho da jovem revelação alviverde. Saiu no segundo tempo para a entrada de Breno Lopes.


Breno Lopes (9)
Fez o que se espera de um atacante. História. Aproveitou excelente cruzamento de Rony e marcou o gol do bicampeonato alviverde.


Rony (9)
Mostrou a vontade de sempre. Muita correria, mas pouca efetividade. Nos acréscimos do segundo tempo, porem, encontrou espaço e fez um excelente cruzamento para o gol de Breno Lopes. Saiu logo após para a entrada de Felipe Melo.


Felipe melo (SEM NOTA)
Entrou pra impor respeito após o gol e saiu distribuindo chutões para tudo quanto é lado.


Luiz Adriano (6)
Passou praticamente todo o primeiro tempo correndo atrás da bola. Quando recebeu passe para boa oportunidade, se atrapalhou com a bola. No segundo tempo a mesma coisa. Foi sombra do que pode ser.


TECNICO - Abel Ferreira (8)
O português conquistou o primeiro titulo da carreira e logo uma Libertadores. Teve estrela ao colocar Breno Lopes para jogar e conquistar o titulo da América.


Logo A Tribuna