EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Atual campeão, Palmeiras goleia o Fortaleza por 4 a 0 na estreia do Brasileirão

Sem perder pela competição desde julho do ano passado, a equipe agora soma 24 jogos consecutivos de invencibilidade

O Palmeiras começou o Campeonato Brasileiro de 2019 do mesmo jeito que terminou o do ano passado. Com um futebol eficiente e seguro, o time do técnico Luiz Felipe Scolari estreou neste domingo (28) com vitória por 4 a 0 sobre o Fortaleza, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Sem perder pela competição desde julho do ano passado, a equipe agora soma 24 jogos consecutivos de invencibilidade.

O confronto entre os campeões das Séries A e B do ano passado foi bastante desequilibrado. O Palmeiras mostrou ser bem superior ao chegar à vitória conduzido por um reserva, Zé Rafael, autor de dois gols e de uma assistência. O Fortaleza, comandado pelo técnico Rogério Ceni, teve uma dura demonstração do quanto jogar na elite nacional será desafiador.

O atual campeão brasileiro entrou em campo sob chuva forte e em um gramado muito pesado. Após o show de abertura do campeonato, comandado pelo cantor Di Ferrero, o time titular do Palmeiras mostrou uma atitude parecida à da vitória por 4 a 0 sobre o Melgar, na última quinta-feira, no Peru, pela Copa Libertadores. Um jogo veloz, disposto a encurralar o rival.

As trocas rápidas de passes e um bom posicionamento, com o time compacto, colocaram o Palmeiras no ataque e com várias opções para se chegar ao gol. A intensidade não caiu mesmo com uma baixa precoce. Ricardo Goulart sentiu dores no joelho direito e teve de dar lugar ao meia Zé Rafael aos sete minutos de jogo.

O substituto iniciou o jogo muito bem e seria o melhor em campo. Logo depois de entrar, já aos 16 minutos, ele recebeu passe do lateral-esquerdo Diogo Barbosa para bater cruzado e fazer 1 a 0. O Fortaleza não conseguia passar do meio de campo, sofria com o gramado molhado e pareceu sentir o peso de voltar à elite depois de 13 anos.

O Palmeiras teve chance de fazer outros dois gols ainda no primeiro tempo. O goleiro Felipe Alves salvou. Apesar do domínio, a vitória por 1 a 0 era pouco pelo tamanho da superioridade e no segundo tempo aumentar o placar era questão de honra. E logo o segundo veio.

Zé Rafael novamente apareceu, ao cruzar para Marcos Rocha completar para o gol, aos 13 minutos. Aos 25, teve a retribuição O lateral-direito cobrou lateral para a área e o meia fez 3 a 0 Bruno Henrique anotou o quarto, aos 45. O único susto do Palmeiras no jogo foram duas tentativas de Osvaldo, salvas em duas grandes defesas de Weverton.

O placar poderia ter sido ainda maior. O Palmeiras teve neste domingo a junção do bom futebol, com a presença da torcida e de um adversário fraco. O início foi o melhor possível para selar um momento de paz no estádio Allianz Parque depois de o ônibus do time ter sido atingido por pedras no jogo anterior.

Ficha técnica:

Palmeiras - Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Ricardo Goulart (Zé Rafael); Gustavo Scarpa (Lucas Lima), Dudu e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fortaleza - Felipe Alves; Tinga, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Paulo Roberto, Felipe e Edinho (Marcinho); Osvaldo (Gabriel Dias), Junior Santos (Kieza) e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

Gols - Zé Rafael, aos 16 minutos do primeiro tempo; Marcos Rocha, aos 13, Zé Rafael, aos 25, e Bruno Henrique, aos 45 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Deyverson (Palmeiras); Carlinhos e Osvaldo (Fortaleza).

Árbitro - Bráulio da Silva Machado (SC).

Renda - R$ 1.473.177,20.

Público - 26.701 torcedores.