EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

20 de Setembro de 2019

Após concussão e ida a hospital em Goiás, Zé Rafael será reexaminado no Palmeiras

Atleta se lesionou após choque com o goleiro Tadeu, do Goiás, em partida realizada no último sábado (7)

Substituído durante o jogo contra o Goiás após sofrer uma concussão em choque com o goleiro Tadeu, na noite de sábado, no Serra Dourada, o meia Zé Rafael, do Palmeiras, chegou a ser encaminhado a um hospital em Goiânia para ser submetido a exames complementares após ser atendido pelos médicos no estádio.

Neste domingo, o clube paulista confirmou, por meio de nota em seu site oficial, que o jogador retornou normalmente com a delegação alviverde para São Paulo pouco depois do confronto válido pelo Campeonato Brasileiro, sendo que neste domingo foi liberado para ficar em repouso após ser observado por membros do departamento médico palmeirense.

Como o time voltará a atuar na terça-feira, às 21 horas, contra o Fluminense, no Allianz Parque, em partida atrasada da 16ª rodada do Brasileirão, o elenco comandado pelo técnico Mano Menezes treinou já na manhã deste domingo, na Academia de Futebol, onde Zé Rafael dormiu na noite anterior depois da chegada do time palmeirense à capital paulista.

Ao comentar sobre o estado de saúde do jogador, o Palmeiras também informou que ele
"passará por novos exames, que irão determinar quando poderá voltar a treinar com o grupo alviverde". Desta forma, o atleta não deverá ficar à disposição do novo treinador alviverde para este duelo diante do Fluminense.

O treinamento realizado na manhã deste domingo foi comandado por Mano Menezes, que estreou à frente da equipe no sábado, e a atividade no gramado contou com a presença dos jogadores que não atuaram ou jogaram menos de 45 minutos contra o Goiás. De acordo com o clube, eles participaram de um trabalho em campo reduzido e com duas equipes formadas por nove integrantes cada.

O último treino de preparação para o confronto diante do Fluminense será realizado na tarde desta segunda-feira, a partir das 15 horas, na Academia de Futebol. No confronto, o time paulista, que ocupa o quinto lugar do Brasileirão, terá a chance de chegar aos 33 pontos e assumir a terceira posição. O Corinthians, com 32, e o São Paulo, com 31, ocupam hoje respectivamente a terceira e a quarta colocações.