Abel Ferreira é diagnosticado com covid e não comanda Palmeiras no clássico

Treinador português apresentou sintomas gripais neste sábado

Por: Estadão Conteúdo  -  18/06/22  -  16:00
Atualizado em 19/06/22 - 14:01
Treinador apresentou sintomas de gripe e já não participou do treino deste sábado
Treinador apresentou sintomas de gripe e já não participou do treino deste sábado   Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras informou neste sábado que Abel Ferreira testou positivo para covid-19 após apresentar sintomas de gripe e não comandou o treinamento desta manhã na Academia de Futebol. Em isolamento enquanto se recupera, o treinador português não deve estar no banco de reservas nos clássicos contra o São Paulo pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil, segunda e quinta-feira, respectivamente.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O auxiliar João Martins deve assumir o posto de treinador nas duas partidas contra o rival. Durante o treinamento de sábado, ele e os outros auxiliares de Abel comandaram um coletivo em campo reduzido, sem a presença dos jogadores que atuaram por mais de 45 minutos no Allianz Parque, na vitória por 4 a 2 sobre o Atlético-GO.


A atividade contou com a participação do zagueiro Kuscevic, que finalmente retornou ao clube após ser desfalque por três semanas para servir a seleção chilena em amistosos. O lateral-esquerdo Jorge, em recuperação de um trama no joelho direito sofrido há uma semana, fez apenas o aquecimento ao lado dos companheiros, antes de realizar trabalhos individualizados.


O clube não determinou quando Jorge deve voltar e se limitou a informar que "a recuperação está sendo avaliada diariamente". Já o lateral-direito Mayke voltou a jogar na partida contra o Atlético-GO, após ser desfalque por sete partidas em razão de uma lesão na perna direita, e celebrou o retorno.


"Graças a Deus e a todo o departamento médico do Palmeiras, estou de volta depois de um mês. Fico feliz de estar retornando aos gramados, estar à disposição do treinador. Estou preparado, treinando forte para que se ele precisar de mim eu possa entrar em campo, dar o máximo e ajudar meus companheiros", afirmou o jogador em entrevista ao site oficial do clube.


Líder do Brasileirão, com 25 pontos, o Palmeiras enfrenta o São Paulo no Morumbi, às 20 horas de segunda-feira, pela 13ª rodada. Depois, volta ao estádio são-paulino, às 20 horas de quinta-feira, para encarar o rival no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.


Logo A Tribuna