Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Prefeitura do Rio de Janeiro autoriza retorno de público aos estádios

Estádios com capacidade superior a 8 mil pessoas poderão operar com até 1/5 do total de assentos caso a classificação de risco para contágio de Covid-19 na região for considerada moderada

Por: Do Estadão Conteúdo  -  13/01/21  -  10:45
Atualizado em 13/01/21 - 11:13
Ferj obtém liminar que obriga Globo a transmitir clássico Fluminense x Botafogo.
Ferj obtém liminar que obriga Globo a transmitir clássico Fluminense x Botafogo.   Foto: Divulgação/Alerj

A Prefeitura do Rio e o governo do Estado liberaram o acesso parcial de torcida a estádios de futebol. De acordo com resolução conjunta publicada no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira, 13, estádios com capacidade superior a 8 mil pessoas poderão operar com até 1/5 do total de assentos caso a classificação de risco para contágio decovid-19na região for considerada moderada, ou com 1/10 se a classificação de risco for alta.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A classificação de risco é divulgada todas as sexta-feiras, e na última atualização a região doestádio do Maracanãera considerada de risco de transmissão alta. Assim, considerando que a capacidade oficial de público no estádio é de 78 mil pessoas, um eventual jogo com torcida poderia receber no máximo 7,8 mil torcedores nesta semana.


Vale lembrar, contudo, que a liberação não significa retorno automático de torcida aos estádios. É preciso de aval da CBF para que isso ocorra no Campeonato Brasileiro, e a entidade já sinalizou em outras ocasiões que isso só acontecerá quando houver consenso entre os 20 clubes da Série A ou, então, que todos os estádios do País tenham autorização dos órgãos de saúde para receber público. A intenção é não correr o risco de desequilíbrio técnico da competição, o que poderia gerar até mesmo ações na Justiça.


A autorização de público nos estádios, porém, abre espaço para que a final da Libertadores, marcada para o próximo dia 30, no Maracanã, aconteça com público entre 7,8 mil e 15,6 mil presentes. Vai depender da Conmebol.


Logo A Tribuna