Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Paulistão será paralisado a partir de segunda; clubes estudam jogar em outro estado

A paralisação determinada nesta quinta-feira impacta 26 jogos do Estadual previstos para serem disputados entre 15 e 30 de março

Por: Do Estadão Conteúdo  -  11/03/21  -  16:38
Bem armado, time goiano arranca empate em partida fora de casa
Bem armado, time goiano arranca empate em partida fora de casa   Foto: Divulgação/Allianz Parque

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira que oCampeonato Paulistaserá suspenso por causa do aumento de casos da covid-19 no Estado. A decisão começa a valer no próxima segunda-feira e valerá por 15 dias. A medida atinge também outras atividades esportivas coletivas, como basquete, tênis e outras modalidades. Pela nova determinação, até mesmo os treinos estão proibidos.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Diante dessa determinação, aFederação Paulista de Futebol (FPF)marcou para as 15h desta quinta-feira uma reunião online com clubes para debater como ficará a disputa do Estadual. Entre as possibilidades está disputar algumas das partidas nesse período em outro Estado.


A possibilidade de suspensão do Estadual já era cogitada há dias. O Ministério Público (MP) de São Paulosugeriu no início da semanaa paralisação do torneio. Doria e os clubes se reuniram na quarta-feira para discutir a possibilidade, porém no mesmo dia a posição do governo estadual foi de manter o calendário. No entanto, essa posição logo acabou revista.


A paralisação determinada nesta quinta-feira impacta 26 jogos do Estadual previstos para serem disputados entre 15 e 30 de março. Além da primeira divisão do Campeonato Paulista, a medida se reflete também na Copa do Brasil. Para a semana que vem estavam previstos duas partidas pelo torneio, ambas no interior do Estado: Marília x Criciúma e Mirassol x Red Bull Bragantino.


No ano passado, o Estadual também foi suspenso no mês de março. Há cerca de um ano, a paralisação por tempo indeterminado durou quatro meses e teve início ao fim da 10ª das 12 rodadas previstas para a primeira fase da competição. O retorno do calendário foi em julho, após a adoção de uma série de cuidados com a testagem, isolamento social dos times e partidas com os portões fechados.


Logo A Tribuna