Nadal fracassa em seu retorno às quadras com queda na estreia do Masters de Paris

O espanhol queria usar o Master 1000 de Paris de treinamento para o Finals

Por: Estadão Conteúdo  -  02/11/22  -  20:18
O número 2 do mundo foi irreconhecível no set decisivo
O número 2 do mundo foi irreconhecível no set decisivo   Foto: Reprodução/Twitter

A volta ao circuito mundial de tênis não foi como Rafael Nadal esperava. O espanhol queria usar o Master 1000 de Paris de treinamento para o Finals, em Turim, daqui duas semanas, mas acabou sendo eliminado logo na estreia, nesta quarta-feira, ao levar a virada do americano Tommy Paul, dando adeus precocemente com 3/6, 7/6 (7/4) e 6/1.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Pouco mais de um mês após jogar na Laver Cup, na despedida de Roger Federer, o espanhol entrou em quadra disposto a mostrar que a lesão abdominal que sentiu no US Open já não atrapalharia mais no desempenho em quadra. E até foi bem na primeira parcial, ao ganhar por 6/3 ao quebrar o saque do rival em duas oportunidades.


Mesmo ainda sofrendo com a falta de ritmo e sem apresentar seu melhor tênis, Nadal abriu 2 a 1 quebrando o saque de Paul. Não aproveitou, devolveu o break point e depois foram iguais até o tie-break. O americano mostrou-se mais concentrado e igualou o jogo em 1 a 1 com 7/4.


O número 2 do mundo foi irreconhecível no set decisivo. Quebrado em três oportunidades, não impôs resistência, caindo por 6/1 e vendo o sonho de fechar o ano no topo do ranking praticamente chegar ao fim.


Considerado o rei do saibro em Roland Garros, também em Paris, onde ergueu o troféu em 14 oportunidades, Nadal não dá a mesma sorte no Masters 1000 disputado em quadra dura e coberta, no qual jamais ganhou na carreira - no currículo só não tem esse Masters e o de Miami.


Agora fica a dúvida se o espanhol terá condições físicas para disputar o Finals, que começa dia 13 de novembro, em Turim, com os melhores do ranking da ATP.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter