Guardiola ironiza críticas de Ibrahimovic: ‘Não quero que Haaland marque gols’

Atacante do Milan afirmou que Guardiola poderia querer ser "maior" que Haaland no clube

Por: Estadão Conteúdo  -  05/11/22  -  10:56
Guardiola respondeu Ibrahimovic
Guardiola respondeu Ibrahimovic   Foto: Reprodução/Facebook

Pep Guardiola e Zlatan Ibrahimovic trocaram novas farpas em declarações neste fim de semana. O espanhol respondeu de forma satírica às críticas feitas pelo atacante. Após o sueco dizer que a evolução do atacante Erling Haaland no Manchester City dependeria do ego e da vontade do técnico, o comandante do time inglês respondeu de forma bastante irônica em entrevista coletiva neste sábado.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


"Ele está completamente certo. Neste clube, o meu ego está bem acima de todos. Eu não gosto quando Haaland marca três gols porque todos os holofotes ficam nele. Eu fico com muita inveja! Sinceramente, tanta inveja. E eu digo depois: ‘por favor, Erling, não marque mais gols. Senão os jornais não falarão sobre mim.' O Zlatan está certo, ele me conhece perfeitamente e pode até escrever mais um livro. Meu ego é enorme", afirmou Guardiola de forma sarcástica.


Em entrevista aos Canal+, da França, na última sexta-feira, o atacante do Milan afirmou que Guardiola poderia querer ser "maior" que Haaland no clube e que isso atrapalhou o próprio Ibrahimovic e outros jogadores de terem sucesso sobre seu comando.


"Pode Guardiola melhorá-lo? Isso depende do ego que o Guardiola tem, se ele se permitir ser maior do que Haaland ou não. Ele não deixou eu e outros serem tão grandes", afirmou o jogador do Milan.


Guardiola e Ibrahimovic se encontraram no Barcelona entre 2009 e 2011, quando o atacante jogou pelo clube espanhol. As desavenças entre os dois vieram à tona quando Ibrahimovic lançou sua biografia em 2013, repleta de críticas ao treinador.


Haland tem 17 gols em 11 jogos na temporada 2022/23 e já ocupa a artilharia do Campeonato Inglês de forma isolada. O atacante norueguês reforça o Manchester City na partida deste sábado contra o Fulham.


Logo A Tribuna
Newsletter