Craque e revelação, Claudinho protagoniza premiação do Brasileiro

Seleção do campeonato tem representantes de oito times diferentes

Por: Da Agência Brasil  -  27/02/21  -  16:06
Atualizado em 27/02/21 - 16:21
Atleta do Red Bull Bragantino foi eleito a revelação e o craque do Brasileirão
Atleta do Red Bull Bragantino foi eleito a revelação e o craque do Brasileirão   Foto: Divulgação/Lucas Figueiredo/CBF

O meia-atacante Claudinho foi o protagonista da premiação dos melhores jogadores do Campeonato Brasileiro, realizada nesta sexta-feira (26). O atleta do Red Bull Bragantino foi eleito a revelação e o craque do torneio pelos votos do colegiado de jornalistas especializados convidados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ao lado do atacante Luciano, do São Paulo, ele ainda recebeu o troféu de artilheiro da competição. Ambos marcaram 18 gols.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Claudinho também foi um dos atletas selecionados para a seleção do campeonato. O time ideal caracterizou-se por ser heterogêneo, com oito clubes representados. O bicampeão Flamengo teve eleitos o volante Gerson e o atacante Gabigol - que foi escolhido o Craque da Galera, em votação pelas redes sociais.



O vice Internacional marcou presença com o zagueiro Victor Cuesta e o volante Edenilson, além do técnico Abel Braga. Campeão da Libertadores, o Palmeiras teve o goleiro Weverton e o zagueiro Gustavo Goméz na equipe. Os laterais Fagner (Corinthians) e Guilherme Arana (Atlético-MG), o meia Vina (Ceará) e o atacante Marinho (Santos) completaram a relação dos melhores do torneio.


O gol escolhido como o mais bonito foi marcado por Everton Ribeiro. No duelo contra o Fortaleza, pela oitava rodada do Brasileirão, o meio-campista do Flamengo lançou o atacante Pedro, que teve o chute defendido por Felipe Alves. No rebote, o camisa 7 deu um chapéu no goleiro do Tricolor do Pici e completou de cabeça para as redes.


A seleção ideal da Série A ficou: Weverton; Fagner, Gustavo Gómez, Victor Cuesta e Guilherme Arana; Edenilson, Gerson, Vina e Claudinho; Gabigol e Marinho. Técnico: Abel Braga.


Mais prêmios


O árbitro Leandro Vuaden, os auxiliares Neuza Back e Rodrigo Correia e o árbitro de vídeo (VAR) Wagner Reway foram eleitos destaques da arbitragem no Brasileirão. Segundo a CBF, a escolha do quarteto "foi definida pelos critérios técnicos de qualidade da Comissão de Arbitragem" da entidade.


O pernambucano Marivaldo Francisco da Silva, que enfrenta um caminho de 64 quilômetros - e 12 horas - a pé para acompanhar jogos do Sport, foi homenageado com o prêmio "Não é só Futebol". Em 2020, ele foi escolhido como torcedor do ano pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). Por fim, o Atlético-MG recebeu o prêmio Fair Play por ter sido a equipe com menor número de cartões recebidos e faltas cometidas ao longo da competição.


Logo A Tribuna