Chefe da Williams confirma Sargeant na F1 em 2023 caso consiga superlicença

Americano é anunciado justamente quando faz sua estreia na Fórmula 1 em casa neste fim de semana

Por: Estadão Conteúdo  -  22/10/22  -  15:01
Jovem americano poderá receber sua superlicença após o final da F2
Jovem americano poderá receber sua superlicença após o final da F2   Foto: Reprodução/Twitter

Jost Capito, diretor executivo da Williams, confirmou que Logan Sargeant será o segundo piloto da equipe em 2023, caso ele consiga os pontos necessários para tirar a superlicença. O jovem americano poderá receber sua superlicença após o final da F2 no Grande Prêmio de Abu Dhabi, dependendo da sua posição na competição.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


"Sentimos que ele está pronto. Sob a condição da superlicença, ele será nosso segundo piloto no próximo ano", afirmou Capito durante coletiva dos chefes da equipe em Austin neste sábado.


O americano é anunciado justamente quando faz sua estreia na Fórmula 1 em casa neste fim de semana. Sargeant participou do primeiro treino livre pela Williams no GP dos Estados Unidos, em Austin, na sexta-feira. A equipe ainda confirmou que ele participará de outros dois TL1 neste fim de temporada, no México e nos Emirados Árabes, assim como representará a escuderia durante o teste pós-temporada em Abu Dhabi.


Em Austin, o piloto completou os 100 quilômetros necessários para obter um ponto extra na licença. Sargeant poderá somar novos pontos no TL1 no México e em Abu Dhabi, o que o deixaria próximo da superlicença. No momento, ele é o terceiro da Fórmula 2 e precisa ficar entre os seis melhores pilotos. O cenário está apertado para o americano na F2, que está a apenas 25 pontos do décimo colocado, com mais 39 ainda em disputa.


Caso consiga os 40 pontos necessários, Sargeant fará dupla com o anglo-tailandês Alexander Albon na próxima temporada, substituindo o canadense Nicholas Latifi. Jost Capito evitou revelar o plano B da Williams caso Sargeant não consiga os pontos para a superlicença.


Logo A Tribuna
Newsletter