Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Boca e River empatam em clássico antes das semifinais da Libertadores

O Santos pega o Boca na quarta-feira (6), em La Bombonera. O empate das equipes argentinas neste sábado valeu pela Copa Diego Maradona, onde eles dividem a liderança

Por: De Estadão Conteúdo  -  03/01/21  -  08:50
O Santos joga contra o Boca na quarta-feira (6), em La Bombonera pela Libertadores
O Santos joga contra o Boca na quarta-feira (6), em La Bombonera pela Libertadores   Foto: Reprodução

Rivais de Santos e Palmeiras nas semifinais da Copa Libertadores, a partir da próxima terça (5), Boca Juniors e River Plate entraram em campo neste sábado, no Estádio La Bombonera. E empataram por 2 a 2 em um clássico bastante movimentado, com três gols no segundo tempo e duas expulsões, uma de cada lado.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Copa Diego Maradona, foi assim que passou a se chamar a Copa da Liga Profissional na Argentina após o falecimento do craque. E o empate deixou tudo embolado no Grupo A da Fase Campeão do torneio. A uma rodada do fim, os rivais estão empatados na liderança com oito pontos. Só um time avançará à final, sendo que os últimos compromissos vão ser disputados no próximo sábado, novamente em meio aos confrontos das semifinais da Libertadores.


Mesmo com a proximidade dos confrontos pela Libertadores, os times escalaram praticamente a força máxima neste sábado, com uma exceção sendo Tevez, que, ainda assim, foi acionado por Miguel Angel Russo durante o segundo tempo.


Em campo, os rivais apresentaram estilos quase opostos: o River tocava bem a bola, valorizava a posse e jogava pelos lados do campo. Já o Boca aproveitava os espaços do adversário e exibiu mais eficiência.


Inicialmente dominado pelo River, o Boca saiu na frente aos dez minutos, com um gol marcado por Ramon Abila, completando um cruzamento de Emmanuel Mas. O clássico ficou mais movimentado na etapa final, com o visitante passando a ter vantagem numérica aos 13, após a expulsão de Jorman Campuzano. Mas demorou a aproveitá-la.


Só que em um intervalo de três minutos, o River conseguiu a virada. E com dois gols de cabeça. Eles foram marcados por Federico Girotti, aos 29, e Borré, aos 32, após cruzamentos de Montiel e Ignacio Fernández, respectivamente.


Só que aí o River também teve um jogador expulso, Enzo Peres, deixando cada time com dez jogadores em campo. E o Boca foi eficiente para arrancar o empate em uma jogada construída por Tevez e concluída por Sebastian Villa aos 41 minutos.


Libertadores


Agora, os times se concentram de vez nos confrontos com os times paulistas, ambos acontecem na Argentina. Na terça-feira, o River Plate vai receber o Palmeiras em Avellaneda. No dia seguinte, o Santos vai ao estádio que foi palco do clássico deste sábado (2), o La Bombonera, para atuar diante do Boca Juniors.


Logo A Tribuna