Santista do atletismo comemora convocação para a Seleção Brasileira de Desportos no Gelo

Marina Mendes, de 15 anos, substituirá a pista de atletismo pela de gelo este ano

Por: Nathalia Perez & De A Tribuna On-line &  -  19/01/19  -  14:04
  Foto: Divulgação

Marina Mendes tem a pista de atletismo como sua segunda casa desde os oito anos. Hoje, com 15, ela está presenciando uma mudança no seu habitat de treino e competição: o asfalto quente do verão dará lugar ao gelo e à neve. Depois de ser aprovada em testes da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), a atleta de Santos representará o Brasil na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude.


A jovem representa a equipe Memorial/Fupes no atletismo. Ela costuma correr provas como 100, 200 e 400 metros rasos, além de disputas com barreiras. Agora, ela competirá no bobsled. Os treinos serão realizados na Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Suíça, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude de 2020


A oportunidade de participar da seleção para competir nos esportes de inverno surgiu a partir do técnico Antônio Cosme. Ele foi procurado e a jovem foi fazer a avaliação da CBDN, na qual ela superou mais de 50 concorrentes e treinará ao longo do ano com a seleção brasileira de esportes no gelo.


Em conversa com aTribuna On-Line, Marina confessou que não esperava ser selecionada. "Fiz testes relacionados ao atletismo, de força e velocidade, por fazer. Pensei: 'vai que eu consigo? Vai ser uma oportunidade única de treinar lá fora, em outros países, outro esporte'. E fui chamada. Não estou acreditando até agora. Foi um choque. Estou muito feliz", disse.


A atleta ainda revelou que nunca havia visto nada sobre o bobsled, uma das modalidades de inverno de maior velocidade, que envolve uma descida em curvas dentro de um trenó. "É totalmente novo para mim", falou.A garota vai competir na prova do monobob, um trenó individual e fechado.


No final deste mês, a santista já embarca para a Europa para iniciar os treinamentos no gelo. Daqui a dois meses, ela vai para os Estados Unidos e para o Canadá. Em novembro, ela retorna à América do Norte para a preparação e, logo, na sequência, o Brasil, representado porMarinae mais três atletas, vai disputar uma fase preliminar dos Jogos. Caso consiga o índice necessário, a santista estará competição.


Embora esteja empolgada e feliz com a oportunidade, Marina destacou que seu objetivo principal são os Jogos Olímpicos de Verão, pelo atletismo, modalidade pela qual ela se sagrou vice-campeã paulista duas vezes. "Essas viagens e os treinos para o bobsled são para somar, acrescentar na minha vida e na minha carreira", finalizou.


Logo A Tribuna