EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

19 de Julho de 2019

Lauro Chaman sobe ao pódio no Mundial de Paraciclismo da Holanda

O paratleta da equipe Memorial/Santos/Fupes representou a seleção brasileira no torneio e ficou com a medalha de bronze

O paraciclista Lauro Chaman, da equipe Memorial/Santos/Fupes, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista da Holanda, disputado na cidade de Apeldoorn entre os dias 14 e 17 de março e que serve como prévia do que será visto nos Jogos Paralímpicos de Tóquio em 2020.

Lauro subiu ao pódio após ser terceiro colocado na prova de Omniun, que é um conjunto de quatro provas - velocidade individual, 1km/500mts contrarrelógio, perseguição individual e scratch -, e o vencedor é aquele que somar o maior número de pontos entre as quatro corridas.

Atleta da categoria MC5, Chaman foi o sexto colocado na prova de 1Km contrarrelógio na última sexta-feira (15). No sábado, foi o quinto na disputa de perseguição individual. Já no domingo, encerrou com a sexta posição na scratch.

Com esses resultados, ele garantiu a medalha de bronze, terminando empatado com ucraniano Yehor Dementyev, medalha de prata. O ouro ficou com o britânico Jonathan Gildea.

"Infelizmente, não foi possível manter o título no Brasil, mas termino a minha participação satisfeito e muito feliz por ter conseguido marcar pontos importantes na corrida para Tóquio 2020. Agradeço a todos pelo apoio e pela torcida de sempre", disse Lauro.

Em Mundiais, o paraciclista brasileiro possui o título de campeão de Paraciclismo de Estrada (2017) e Pista (2018).

Atletas do feminino na Tandem

Da equipe Memorial, também estavam na disputa as atletas Marcia Fanhani (Paratleta) e Cristiane Silva (Piloto), na categoria Tandem. Elas fecharam a competição com a 11ª colocação na prova de perseguição individual e 14ª na de velocidade por equipes.