EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

22 de Julho de 2019

Judoca de Guarujá se destaca em circuito na Alemanha e visa Mundial

Marcelo Arantes, de 16 anos, ficou em sétimo lugar entre 79 atletas na Masters Cup Bremen e disputará a terceira fase do Circuito, em Berlim, visando uma vaga no Mundial

Praticante de judô desde os quatro anos, o atleta Marcelo Arantes, hoje com 16, é um dos destaques da modalidade nas categorias de base. No mês passado, o judoca de Guarujá brilhou em seu primeiro estágio internacional, em Bremen, na Alemanha, e se classificou para a terceira etapa do Circuito Mundial, que será realizada em Berlim agora em abril.

Marcelo terminou a Masters Cup Bremen, disputada entre os dias 17 e 27, na sétima posição. Um ótimo resultado, considerando que estava concorrendo com outros 78 atletas de sua categoria (sub-18 até 73kg). Ele defendeu a seleção de base do judô brasileiro, que, no total, faturou 19 pódios na competição.

Ter conseguido essa colocação e se qualificar para a fase seguinte do Circuito é um grande feito na carreira do jovem. Isso porque no início de 2018, ele sofreu uma lesão que o afastou do esporte por oito meses. Foi só no fim do ano passado que ele voltou a treinar e competir, quando ele conseguiu ir para a Seletiva Nacional de Base.

"Eu estava com pouco tempo de treino, não estava com muita esperança de ficar entre os sete melhores do Brasil. Mas aí eu consegui conquistar o quinto lugar, e, assim, me classifiquei para o Meeting Nacional de Base, onde fui quarto colocado. Foi aí que veio a vaga para disputar o estágio", contou Marcelo à Tribuna On-Line.

Com o amparo financeiro de amigos, o judoca foi capaz de custear a viagem para a Alemanha pela primeira vez. No entanto, ele procura ajuda para ir para Europa Cadets Cup, em Berlim, no próximo dia 21. "É muito difícil eu bancar essa viagem sozinho. Por isso, estou fazendo vakinha online e rifas", relatou.

Sonho com o Mundial

Disputar estas etapas são de extrema importância para Marcelo, pois elas acumulam pontos para o Mundial de Judô. Portanto, sua participação é imprescindível. Quanto melhor forem suas atuações nesses estágios, mais chances ele tem de assegurar uma vaga no torneio, que terá como sede o Cazaquistão.