EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

18 de Novembro de 2019

Família que respira beach tennis vai representar São Paulo em Floripa

Sabrina, Vinícius e Marina Hofmann disputarão a Copa das Federações, depois de passarem por seletivas

Uma família que vive e respira o beach tennis. É assim que a empresária Sabrina Hofmann, de 41 anos, define o seu clã, que representará o Estado de São Paulo na Copa das Federações, em outubro, em Florianópolis.  

Ela e os filhos gêmeos, Vinícius e Marina Hofmann, 16, começaram a praticar o esporte há dois anos e meio. O que era lazer no início mudou quando eles passaram a disputar e vencer competições.  

“Meu filho jogava futebol e minha filha fazia hipismo. Eu tinha uma hípica e troquei os cavalos pelas raquetes [risos]. Todo mundo se apaixonou pelo beach tennis e passamos a levar a sério”, conta Sabrina.  

A empresária vendeu a hípica e se dedicou ao esporte, nas quadras de areia e fora dela, representando uma marca de raquetes, que patrocina a família.  

Em finais de semana de campeonatos, os Hofmann põem o pé na estrada. Além deles, o marido de Sabrina, Ricardo, e a filha mais velha, Giovanna, que jogam por lazer, compõem a “delegação”.  

“Os dois só jogam por diversão, mas são os que mais apoiam a gente. Vão a todos os torneios pra ficar na torcida”, diz Sabrina.  

Na seleção paulista 

O trio foi convocado pela Federação Paulista depois de conquistar as seletivas realizadas em Campinas, Guarujá e Praia Grande. Sabrina e Marina formam dupla na categoria feminina B, enquanto Vinícius joga a masculina B com um parceiro. Os gêmeos também jogam juntos na mista B. 

Para se aperfeiçoar no esporte, a rotina do trio inclui treinos de segunda a quinta com o técnico Antonio Carlos Pucciariello, o Italiano, na Praia do Boqueirão. A evolução da equipe é vista na mudança de categoria. Em 2018, eles disputaram a categoria C e o título conquistado fez os Hofmann ascenderem à categoria B.  

Agora, o entrosamento deles será testado na Copa das Federações. “É uma competição que reúne os melhores de cada Estado. É a minha primeira convocação, mas a terceira da Marina e a segunda do Vinícius”, conta Sabrina.  

A copa é disputada no Jurerê Sports Center, dentro da semana Guga Kuerten, tradicional torneio realizado pelo tenista catarinense, tricampeão de Roland Garros.  

“A gente carrega o peso de todo o Estado nas costas, tem que representar bem para brigar pelo título”, comenta Sabrina, confiante no potencial da equipe.  

Além da categoria que a família disputa, a B, a Copa das Federações tem disputas nas categorias sub-14, C, A, 40+, 50+ e pro. A somatória dos resultados define o campeão.  

Tudo sobre: