Fábio Carille vai assistir jogo em Serãozinho, mas briga de torcidas o tira do estádio mais cedo

Por: Do Estadão Conteúdo  -  23/12/18  -  22:15
Treinador foi como espectador e precisou se cuidar para não ter problemas
Treinador foi como espectador e precisou se cuidar para não ter problemas   Foto: Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

O que era para ser um amistoso festivo neste domingo (23), no estádio Frederico Dalmaso, em Sertãozinho (SP), entre o time da casa e o Comercial, de Ribeirão Preto (SP), acabou em pancadaria Torcedores das duas equipes entraram em confronto e viram o jogo ser interrompido e um espectador ilustre - o técnico do Corinthians, Fábio Carille - deixar o local às pressas.


O treinador reassumirá o time da capital paulista a partir de janeiro, depois de seis meses à frente do Al Wehda, da Arábia Saudita. Enquanto não ocupa o cargo, ele descansa em Sertãozinho, cidade onde tem familiares e uma escolinha de futebol.

A intenção de ver o jogo, porém, foi encerrada rápido, pois logo que começou a confusão Carille deixou o local. A partida foi paralisada aos 43 minutos do primeiro tempo, após cerca de 50 torcedores causarem tumulto e trocarem socos e chutes nas arquibancadas.

A Guarda Civil Municipal de Sertãozinho, com o apoio da Polícia Militar, conseguiu conter a confusão, que não teve feridos graves. A briga teria iniciado após uma bandeira do Comercial ser colocada em uma área destinada à torcida adversária, quando a partida ainda estava 0 a 0.

Com a paralisação, os clubes estudam marcar novo jogo, mas com os portões fechados. Em nota, a diretoria do Sertãozinho lamentou o ocorrido e informou que "todas as medidas de segurança foram tomadas para inibir tais atos". Esclareceu ainda que as cenas vistas no estádio "não compactuam com o verdadeiro torcedor, que tem amor e paixão pelo clube". A direção do Comercial também se desculpou pelo ocorrido, apesar de a situação "estar fora de sua alçada".


Logo A Tribuna