EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

20 de Outubro de 2019

Em maus lençóis, Corinthians tenta reverter placar no Equador para ir à final da Sul-Americana

Independiente del Valle surpreendeu o Timão no jogo de ida, na Arena, por 2 a 0. Volta será nesta quarta-feira, às 21h30, em Quito

Depois de sofrer dois gols e não marcar nenhum jogando em casa, na última semana, contra o Independiente del Valle, o Corinthians tentará, nesta quarta-feira (25), reverter a situação no placar agregado para conquistar a vaga na final da Copa Sul-Americana. A bola rola às 21h30 (de Brasília) no Estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito, no Equador.

No jogo de ida, o Timão foi surpreendido pelos equatorianos na Arena. Com a boa vantagem construída em São Paulo, o Independiente pode perder, nesta quarta, por qualquer placar com um gol de diferença que, mesmo assim, avançará à decisão. Caso a partida termine em 2 a 0 para o time de Fabio Carille, o jogo vai para os pênaltis.

Esta será a quarta vez que o Corinthians jogará na altitude de Quito em quase 110 anos de história. O último confronto da equipe alvinegra na capital do Equador foi em 11 de abril de 2000, no estádio Casablanca. Na ocasião, o Corinthians venceu a LDU por 2 a 0, pela Copa Libertadores.

Carille não terá à disposição o volante Gabriel, suspenso, e o zagueiro uruguaio Bruno Méndez e o atacante Everaldo. Os dois últimos não foram inscritos na competição.

Ficha técnica:

Independiente del Valle x Corinthians
Jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana
25 de setembro de 2019 (quarta-feira)
21h30 (de Brasília)
Estádio Olímpico de Atahualpa (Quito, Equador)
Transmissão do DAZN

Prováveis escalações:

Independiente del Valle: Pinos; Landázuri, Schunke, Segovia e Preciado; Franco, Pellerano e Mera; Jhon Sánchez, Gabriel Torres e Dájome. Técnico: Miguel Ángel Ramírez

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro e Sornoza; Pedrinho, Gustavo e Vágner Love. Técnico: Fabio Carille

Árbitro: Piero Daniel Maza Gomez (CHI)

Assistentes: Alejandro Javier Molina Bravo (CHI) e Claudio Andres Urrutia Cordova (CHI)

VAR:  Diego Haro (PER)

Tudo sobre: