EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

17 de Outubro de 2019

Corinthians fica no empate e está eliminado da Copa Sul-Americana

No Equador, Timão ficou duas vezes na frente, mas levou o empate do Independiente Del Valle e partida terminou em 2 a 2, com 4 a 2 no placar agregado

O Corinthians teve uma mudança de postura em relação ao jogo de ida do mata-mata, mas o tropeço em casa foi decisivo para a eliminação na semifinal da Copa Sul-Americana. Depois de perder em Itaquera por 2 a 0, o time alvinegro fez uma boa apresentação nos 2.800 metros de altitude em Quito, mas empatou com o Independiente Del Valle por 2 a 2, na noite desta quarta-feira (25), no Equador, e deu adeus à competição continental.

O setor ofensivo alvinegro funcionou, mas o time ficou exposto ao contra-ataque e acabou levando por duas vezes o empate. Boselli e Clayson foram os autores dos gols do Corinthians, mas a defesa cometeu dois vacilos e permitiu os gols do adversário.

A eliminação complica também o clube financeiramente. O campeão da Sul-Americana receberá mais US$ 4 milhões (cerca de R$ 16,6 milhões) e o vice fica com a metade. O Corinthians já arrecadou com as classificações até a semifinal R$ 10,1 milhões, mas tem na atual temporada um déficit de R$ 100 milhões.

Carille fez algumas modificações e o time foi mais forte ofensivamente do que no jogo de ida. Ramiro, Sornoza e Boselli entraram nas vagas de Junior Urso, Mateus Vital e Clayson, que foram mal na partida na arena em Itaquera. Ralf também substituiu Gabriel, suspenso.

Como precisa reverter a vantagem, o Corinthians entrou pressionar desde o início marcando a saída de bola adversária. O Del Valle tentou impor o ritmo na base da velocidade e das jogadas pelo lado esquerdo.

O time alvinegro abriu o placar graças a uma roubada de bola de Ralf no meio-campo. Pedrinho acionou Love na esquerda, que cruzou para Boselli mandar para as redes. Ainda faltava um. E quase veio em grande jogada individual de Love, que bateu de fora da área e acertou o travessão. No primeiro tempo, o Corinthians levou apenas um susto após descuido da zaga, mas Cássio fez a defesa.

No segundo tempo a partida ficou aberta. O centroavante Gabriel Torres passou a incomodar a defesa do Corinthians. Fagner também encontrava dificuldades para segurar a marcação de Dajóme. O time alvinegro parou de criar e Carille colocou o time para frente com a entrada de Clayson na vaga de Ramiro.

Na tentativa de ampliar o resultado, o Corinthians abriu e levou o empate em um rápido contra-ataque. Manoel deu o bote atrasado, Sánchez se livrou da marcação pela esquerda, avançou e bateu na saída de Cássio.

O Corinthians sentiu o empate, mas ganhou fôlego nos minutos finais graças ao auxílio do VAR. Danilo Avelar foi derrubado na área e o árbitro de vídeo marcou pênalti. Clayson foi para a cobrança e deixou o time visitante em vantagem novamente. Mas não deu nem para comemorar. Em novo contra-ataque, Cabeza bateu rasteiro e decretou a classificação dos equatorianos.

Tudo sobre: