Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Com suspeita de 11º caso de covid, Corinthians poderá usar lateral de 16 anos

Guilherme Biro assinou em dezembro o primeiro contrato profissional, com validade até o fim de 2023, com multa de R$ 188,5 milhões de euros para o exterior

Por: Do Estadão Conteúdo  -  05/03/21  -  01:10
Jogador está com a seleção brasileira sub-18, desde o fim do mês passado em treinamento no Recife
Jogador está com a seleção brasileira sub-18, desde o fim do mês passado em treinamento no Recife   Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O lateral-esquerdo Lucas Piton apresentou sintomas de covid-19, nesta quinta-feira (4), na reapresentação do elenco do Corinthians, após o empate no clássico com o Palmeiras, por 2 a 2, na segunda rodada do Campeonato Paulista. Com isso, a diretoria entrou em contato com a CBF para a liberação de Guilherme Biro, que está com a seleção brasileira sub-18, desde o fim do mês passado em treinamento no Recife.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Guilherme Biro, de 16 anos - completa 17 em abril - assinou em dezembro o primeiro contrato profissional, com validade até o fim de 2023, com multa de R$ 188,5 milhões de euros para o exterior. Para times do Brasil, o valor é de R$ 24 milhões.


O jovem atleta é a opção do técnico Vagner Mancini para o jogo de domingo, às 11 horas, na Neo Química Arena, diante da Ponte Preta, pela terceira rodada do Paulistão. O treinador vai decidir a escalação da equipe apenas no sábado.


Além da suspeita de Lucas Piton - cujo diagnóstico sai nesta sedxta-feira -, Cássio, Guilherme (goleiros), Fábio Santos, Fagner (laterais), Raul Gustavo (zagueiro), Camacho, Gabriel (volantes), Ramiro, Vitinho (meias) e Cauê (atacante) são os atletas afastados por causa da covid-19.


Logo A Tribuna