Raquel Chini deslancha e lidera isolada corrida para a Prefeitura de Praia Grande

Candidata do PSDB aparece com 29,6% no segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna na Cidade

A candidata do PSDB à Prefeitura de Praia Grande, Raquel Chini, cresceu na preferência do eleitorado e assumiu a liderança isolada na corrida pela Prefeitura de Praia Grande. Ela aparece com 29,6% das intenções de voto no segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT) no Município, na última segunda-feira (19).  

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Na pesquisa anterior do IPAT, em 21 de setembro, Raquel tinha 11,2% e, numericamente, ocupava a segunda posição, mas empatada tecnicamente com Delegado Comin (Pode), que estava em primeiro, com 12,9%. O crescimento da tucana foi de 18,4 pontos percentuais em menos de um mês. 

Comin ficou agora com 11,9% e empatou tecnicamente com Alexandre Cunha (Republicanos), que tem 7,8%, e com Danilo Morgado (PSL), com 5,8%. Portanto, há uma indefinição sobre a segunda colocação. A margem de erro máxima prevista para o total da amostra é de 3,8 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. 

Embora na quinta posição, com 4,1%, Janaina Ballaris (PL) também está tecnicamente empatada com Cunha e Morgado. Ou seja, também não é possível dizer quem ocupa o terceiro lugar na preferência do eleitor.

Os outros três postulantes aparecem com margens mais reduzidas e menos de 1%. Professor Maurício (PT) com 0,9%, Jasper Sol (PSOL), 0,3%, e Erika Pedrosa (PRTB), 0,3%. Os que ainda não sabem em que votar somam 21,5%. Anular ou votar em branco é o desejo de 14,1%, e 3,2% citaram “nenhum deles”.  

O resultado é da pesquisa estimulada, quando um disco com os nomes é mostrado aos eleitores. O IPAT fez 600 entrevistas na Cidade, no dia 19 de outubro. O registro na Justiça Eleitoral está sob o número de identificação SP-03727/2020. 

Espontânea 

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor pode citar qualquer nome, Raquel Chini também está isolada no primeiro lugar, com 17,2%. Todos os outros aparecem empatados dentro da margem de erro. Pela ordem numérica, Comin (3,7%), Cunha (3,5%), Morgado (2,6%), Janaina (1,4%), Jasper (0,3%). Erika e Professor Maurício não foram citados.  

Para o cientista político Alcindo Gonçalves, coordenador do IPAT, o aumento das intenções de voto em Raquel está diretamente ligado ao maior número de eleitores que a reconhecem como indicada pelo atual prefeito Alberto Mourão (PSDB). Em setembro, 15,1% sabiam que ela era a candidata do Mourão, agora são 59,2%.  

“Isso explica o crescimento dela, já que Mourão é um prefeito muito bem avaliado (79,7% de aprovação, segundo o IPAT). Quando a população a identifica que como candidata dele, ela cresce. A leitura da pesquisa é que Raquel foi a grande beneficiada com esse mês de campanha”, diz Gonçalves.  

Faltando menos de um mês para o primeiro turno do pleito, em 15 de novembro, o coordenador do IPAT ressalta que nada está definido. “Não dá para falar que isso vai se manter, porque a campanha eleitoral é cheia de surpresas. Mas, neste momento, o cenário é bastante favorável a Raquel”.

Tudo sobre: