Raquel Chini é eleita como próxima prefeita de Praia Grande

A tucana, indicada pelo prefeito Alberto Mourão, obteve 53,52% dos votos válidos no segundo turno

A ex-diretora executiva da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), Raquel Chini (PSDB), inicia seu mandato, em janeiro próximo, credenciada como a primeira mulher a vencer a disputa pelo Executivo de Praia Grande. A tucana, indicada pelo atual prefeito Alberto Mourão, obteve 53,52% dos votos válidos no segundo turno, disputado neste domingo (29). Esse será o oitavo mandato consecutivo do grupo político ligado ao atual prefeito praia-grandense. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

A concorrente abriu com uma diferença de 9.959 votos para Danilo Morgado (PSL), que encerrou a disputa com 46,48% dos votos válidos. "Vamos aprimorar processo de nosso programa de governo com base ao que ouvimos nas ruas nesses últimas semanas de campanha. Incluíremos uma novo capítulo do nosso planejamento", afirma a Raquel Chini. 

Sócia-fundadora da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Praia Grande, Raquel Chini é graduada em Engenharia Civil e Direito, e pós-graduada em Informática. Iniciou a carreira no Poder Público em 1993, quando foi convidada por Mourão para assumir a secretaria de Obras.  

Ela também acumulou passagens pelas pastas de Gestão Patrimonial, Serviços Urbanos e Urbanismo e Meio Ambiente. Em maio do ano passado, assumiu a diretoria executiva da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem). 

À frente na corrida eleitoral desde a segunda rodada de sondagem de votos pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT), Raquel tem como plano de gestão a ampliação de 100 leitos no Hospital Irmã Dulce, construir novas Unidades de Saúde da Família e Academias da Saúde, implementar pelotão da Guarda Civil Municipal no bairro Solemar e criar cursos de capacitação de mão de obra para o setor cultural. 

Segundo ela, a sua futura gestão será de continuidade a do atual governo. "Sabemos o que está em andamento (na máquina pública). Será uma gestão de continuidade, mas com uma atenção maior no setor de saúde, já que que tivemos uma demanda grande (com a pandemia)", finaliza.

Resultado final:

Raquel Chini (PSDB) - 75.739 votos (53,52%) 

Danilo Morgado (PSL) - 65.780 votos (46,48%)

Total – 152.330

Brancos - 3.608 (2,37%)

Nulos - 7.203 (4,73%)

Válidos - 141.519 (92,90%)

Abstenções - 73.930 (32,67%)

Fonte: TSE

Tudo sobre: