Papel da Prefeitura e GCM na segurança geram divergências entre os candidatos de Guarujá

Concorrentes ao Executivo discordam quanto à maneira de gerir políticas de Segurança

Às mãos da Prefeitura, a Guarda Civil Municipal tem seu papel determinado a cada mandato de acordo com a visão de cada governante. Entre os pleiteantes guarujaenses às Eleições 2020, as maiores divergências em termos de Segurança Pública são justamente sobre o posicionamento da guarda.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

Enquanto uns acreditam numa conduta mais orientativa para os agentes, outros falam em armar a equipe e cobrar postura incisiva contra a criminalidade.

Já o ponto comum entre os candidatos é a crença na informatização para procedimento estratégico. É unânime nos planos de governo o investimento em tecnologia e aplicação de câmeras de monitoramento na cidade.

Conheça as propostas:

Dedé do Adélia (DEM)

Colocar GCM usar na segurança primária; equipar melhor agentes, com colete à prova de balas e armamento; plano de carreira para profissionais; inteligência e tecnologia, como sistema de drones.

Edilson Magaiver (Pode)

Aumentar monitoramento de câmeras; urbanizar praças públicas para espantar criminalidade; aumentar quadro da guarda municipal e investir em ação delegada.

Luciana Salituri (Patri)

Política forte antidrogas para diminuir criminalidade; aumentar operação delegada com Polícia Militar e aumentar remuneração nessa parceria municipal; implantar câmeras de monitoramento com comércio e moradores.

Miguel Calmon (PRTB)

Investir em inteligência para enfrentar pequenos e grandes crimes; iluminar a cidade além da orla; estender câmeras para bairros; implantar sistema de drones ao salvamento aquático.

Rodrigo Barboza (Republicanos)

Oferecer infraestrutura à GCM; habilitar agentes ao porte de arma de fogo; reformar e comprar novas viaturas com isolamento balístico; tecnologia e videomonitoramento.

Sérgio Zagarino (DC)

Realizar processo seletivo para secretário da pasta e diretores capacitados; gerir de forma moderna e eficiente, com investimento externo; monitorar cidade, com câmeras de comércios e residências; dar poder de polícia a GCM.

Valter Batista (PSOL)

Envolver autoridades federais e estaduais; tornar GCM em segurança pública comunitária; aumentar a inteligência; reforçar o efetivo de agentes e solicitar mais agentes da Polícia Militar.

Válter Suman (PSB)

Continuar trabalho de iluminação pública; implantar central de monitoramento de morros; batalhar por mais delegacias; câmeras com reconhecimento de face e placas de carro.

Giovani Vassopoli (Rede) optou por não atender a reportagem e André Guerato (PSDB) não respondeu qualquer tentativa de contato feita pela Redação.

Tudo sobre: