Luiz Maurício e Emer empatam na corrida pela Prefeitura de Peruíbe

IPAT mostra que atual prefeito tem 23,9% da preferência, enquanto adversário fica com 18,6%; diferença está dentro da margem de erro

Candidato à reeleição, Luiz Maurício (PSDB) está tecnicamente empatado com Emer (DC) na corrida à Prefeitura de Peruíbe. O atual prefeito tem 23,9% das intenções de voto na Cidade, contra 18,6% do adversário. O resultado é do levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT) no Município, na última terça-feira (3).   

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A margem de erro máxima prevista para o total da amostra é de 3,8 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. O resultado é da pesquisa estimulada, quando um disco com os nomes dos postulantes é mostrado aos eleitores. O IPAT fez 600 entrevistas em Peruíbe.  O registro na Justiça Eleitoral está sob o número de identificação SP-04643/2020. 

Na terceira posição ficou Alex Matos (Pode), com 10,8%, empatado quase que numericamente com Cabo Anderson Proerd (Patri), que atingiu 10,1%. Na sequência vem Barros (PP, 4,1%) e Kaio Lima (Republicanos, 3,2%). Depois, Gilberto Giba (PSOL) e Janaína Corrêa (PT), ambos com 1%.  

Edson Muhlmann (Rede) não pontuou na pesquisa. Os que ainda não sabem em que votar somam 15,7%. Anular ou votar em branco é a vontade de 6,7%, e 4,9% optaram pela resposta: “nenhum deles”. 

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, excluindo os indecisos, os que afirmaram que não votariam em nenhum deles, além de brancos e nulos, Maurício fica com 32,9% e Emer com 25,6%. Matos soma 14,8%; Cabo Anderson, 13,9%; Barros, 5,6%; Lima, 4,4%; Giba, 1,4%; e Janaína, 1,4%. 

Espontânea 

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor pode citar qualquer nome, Luiz Maurício aparece com 16,8%. Emer surge com 12,1%, Cabo Anderson Proerd com 8% e Alex Matos com 6,9%. Barros chega a 2,1% e Kaio Lima a 1,6%. Gilberto Giba tem 0,5%, e Janaína Corrêa, 0,2%. Nesse cenário, o número de indecisos sobre para 45%. Ninguém, branco ou nulo somam 6,7%.  

O cientista político Alcindo Gonçalves, coordenador do IPAT, destaca o empate técnico entre os dois primeiros colocados (Luiz Maurício e Emer), mas lembra que Alex Matos e Cabo Anderson Proerd também acumulam uma razoável porcentagem de votos.  

“É uma eleição indefinida, não se pode cravar nada nesta altura do campeonato. Embora o Luiz Maurício lidere, há uma possibilidade de mudança nesse quadro”, diz Gonçalves.  

Vai votar? 

O IPAT também quis saber quantidade de eleitores dispostos a ir às urnas. Entre os entrevistados, 89,4% disseram que irão votar com certeza. Outros 8,7% não sabem se votarão, e 1,9% afirmam que não sairão de casa para votar na eleição municipal. 

Tudo sobre: