Equacionar as contas é a prioridade na área da Cultura em Cubatão

Resgatar o incentivo dado aos Grupos Artísticos da cidade também é um dos desafios dos candidatos à prefeitura

Um dos principais desafios na área da Cultura em Cubatão para a próxima gestão é equacionar as finanças e resgatar o incentivo dado aos Grupos Artísticos da Cidade - formados pela Banda Sinfônica, Companhia de Dança, Banda Marcial e Corpo Coreográfico, Coral Zanzalá, Coral Raízes da Serra e Grupo Rinascita -, que estão sem receber recursos municipais há dez meses, correndo o risco de encerrar as atividades definitivamente.

>>> CLIQUE E CONFIRA PROPOSTAS DOS CANDIDATOS A PREFEITO DE CUBATÃO

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Um dos motivos da falta de repasse é que os R$ 900 mil que estavam previstos no orçamento municipal para as atividades destes grupos foram contingenciados para ações voltadas ao combate do coronavírus.

A tentativa de resolver essa situação está presente em muitas das propostas enviadas pelos políticos e publicadas ao lado. Dos nove candidatos a prefeito de Cubatão, três citam explicitamente a vontade de retomar as atividades dos grupos: Pedro de Sá, Toninho Vieira e Vagner Moura. Vieira propõe enviar à Câmara Municipal um projeto de lei para fomento à Cultura. 

Kadu sugere realizar concurso público para a contratação de profissionais da área cultural e criar um modelo de fomento usando entidades que possam captar recursos, com gestão pública. Já José Hilário, além da retomada da encenação da Paixão de Cristo, quer a reativação dos trabalhos da Banda Sinfônica.

Mais recursos

Uma outra medida que pode ajudar a área é a ampliação de verbas para Secretaria da Cultura. Do orçamento estimado inicialmente para 2020, que era de R$ 1,4 bilhão, a Cultura teria previsto R$ 8,8 milhões, o que representa 0,62% do valor total. Doda pretende pleitear que a pasta receba 1,5% do orçamento, mesmo valor defendido por Fábio Mello.

Paula Ravanelli também sugere aumentar os investimentos públicos na área e pretende criar uma fundação cultural para transformar Cubatão no projeto que batiza de “Cidade das Artes”.

Anilinas

O teatro do Parque Anilinas, desativado há cerca de oito anos, está entre as propostas do candidato à reeleição Ademario Oliveira, que quer colocar o equipamento municipal para funcionar, assim como Pedro de Sá e Toninho Vieira. O atual prefeito quer ainda fazer parcerias junto à iniciativa privada para o investimento na produção cultural local.

E, no próximo domingo, A Tribuna apresenta as propostas culturais para Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe.

Tudo sobre: