Ademario lidera pesquisa de intenção de voto em Cubatão, diz IPAT

Levantamento do IPAT mostra atual prefeito com ampla vantagem sobre os demais candidatos

O atual prefeito de Cubatão, Ademario Oliveira (PSDB), que tenta a reeleição, lidera a corrida pela Prefeitura com ampla vantagem sobre os demais concorrentes. Em levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT), o tucano tem 28,1% da preferência dos eleitores. Depois aparecem os candidatos Doda (Pros), com 7,9%, Toninho Vieira (PP), que tem 7,7%, e Wagner Moura (Republicanos), com 7,6%. 

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Mais abaixo, José Hilário (PTC) tem 2,8 %, Paula Ravanelli (PT) e Pedro de Sá (PTB), 2,1% cada, Fábio Mello (PSOL), 1,9%, e Kadu (PMN), 0,9%. A diferença entre todos abaixo de Ademário Oliveira está dentro da margem de erro, que é de 3,8 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.  

O resultado é da pesquisa estimulada, quando um disco com os nomes dos postulantes é mostrado aos eleitores. O IPAT fez 600 entrevistas na Cidade, no dia 13 de outubro. O registro na Justiça Eleitoral está sob o número SP- 09111/2020. 

Do total de pesquisados, 14,6% dizem que vão anular o voto ou votar em branco; 13,9% ainda estão indecisos e 10,5% afirmam que não preferem nenhum deles.  

Para o cientista político Alcindo Gonçalves, coordenador do IPAT, é indiscutível que a vantagem de Oliveira o levaria, hoje, a vencer a eleição na Cidade. Porém, ele ressalta que as campanhas estão nas ruas e a fotografia de momento pode sofrer alterações no futuro.  

“Há dois blocos de candidatos depois dele, um com Doda, Vieira e Moura e outro formado pelos outros, mais abaixo. Em Cubatão não há segundo turno, então é um cenário muito favorável ao atual prefeito”, diz ele 

Para Alcindo, a divisão de votos entre muitos postulantes de oposição favorece Oliveira. “A lógica de lançar vários candidatos para buscar um segundo turno não vale para Cubatão. Por outro lado, não desponta entre os três na segunda posição algum com vantagem para ser depositário de um voto útil para impedir a vitória do Ademário”.  

Espontânea 

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor pode citar qualquer nome, o atual prefeito também é o mais citado, com 18,2%. Na sequência ficaram Toninho Vieira (4,9%), Wagner Moura (4,7%), Doda (3,8%), Paula Ravanelli (1,9%), José Hilário (1,4%) e Pedro de Sá (1%). Outros 10 nomes citados não atingiram 1%. Neste caso, o índice de indecisos sobe para 47,6%. 

Entre os entrevistados, 82,1% disseram que irão votar com certeza no pleito deste ano. Outros 11,8% não sabem se votarão e 6,1% afirmam que não sairão de casa para votar na eleição municipal.

Tudo sobre: