EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

15 de Dezembro de 2018

Vai decorar a casa para o Natal? Confira dicas e cuidados a se tomar

Materiais como o pisca-pisca exigem atenção especial, devido aos riscos de curto-circuito, choques e incêndios

Tamanho da árvore, itens de decoração, cores e ritmo das luzes, todo o simbolismo do presépio. O final de ano é uma época esperada por muitos para poder enfeitar a casa e preparar a atmosfera de Natal. Mas a alegria pode vir junto com problemas caso não se tome os devidos cuidados.

E é no pisca-pisca que mora o perigo. Não são raras ocorrências de curto-circuito, choques e incêndios nesta época do ano causados pela má-qualidade de produtos e por descuido no uso. Antes de escolher as luzes para a sua árvore, portanto, é necessário se atentar para informações essenciais e assim evitar riscos.

O coordenador do Procon-Santos, Rafael Quaresma, alerta para se tomar cuidado com a procedência dos produtos.

“Verifique os dados do importador no caso de itens fabricados fora do País. A certificação dos órgãos competentes, como Inmetro e Conmetro (Conselho Nacional de Metrologia), são atestado de qualidade”.

De acordo com ele, devem constar nos rótulos as recomendações de uso do fabricante e, antes da compra, solicitar ao lojista um teste na tomada e checar a integridade do produto, principalmente se o fio está isolado, sem nenhuma parte dele aparente.

Feitos os testes e definido o item a ser comprado, o consumidor precisa lembrar de pedir a nota fiscal do produto.

Até mesmo o pisca-pisca já usado merece cautela. Antes de colocar na árvore e ligá-lo, é necessário verificar as condições gerais. E, de preferência, não se deve sobrecarregar a tomada usando extensão para ligar outros produtos na mesma saída de energia, mantendo uma tomada exclusiva para as 'luzinhas'.

Quando lidar com luzes:

1 - Desligue o conjunto da tomada ao substituir lâmpadas. Jamais puxe a tomada pela fiação;
2 - Evite deixar a instalação de Natal em área sujeita a chuva ou alagamento;
3 - Não deixe a fiação ao alcance de crianças;
4 - Não instale o conjunto de lâmpadas decorativas em estrutura metálica ou pontiaguda;
5 - Siga coretamente as instruções do catálogo do fabricante;
6 - Em conjuntos para fachada de prédio, contrate serviço de técnico ou eletricista para dimensionar a fiação e a proteção do circuito de acordo com a carga a ser ligada;
7 - Se a sua iluminação natalina estiver na fachada, verifique a proximidade com a rede de energia. Em caso de chuva forte com vento, a decoração instalada pode tocar na rede elétrica e provocar curtos-circuitos;
8 - Não use velas na decoração da árvore de Natal. O risco de incêndio é altíssimo;
9 - Antes de dormir e sempre que sair de casa, desligue os enfeites de Natal;
10 - Se tiver animais em casa, atenção redobrada.

Comprar fogos de artifício requerem muito cuidado por parte do consumidor (Arquivo)

Quando lidar com fogos:

1 - Caso queira usar fogos de artifício, saiba que nas lojas credenciadas os vendedores são treinados para orientar os usuários sobre as medidas de segurança;
2 - Leia e siga as instruções da embalagem dos fogos;
3 - Em caso de queimaduras, a recomendação inicial é esfriar a lesão com água corrente e fria. Não deve ser colocado nenhum produto em cima, como pasta de dente, manteiga ou clara de ovo. Leve a vítima a um hospital imediatamente;
4 - Só use fogos em locais abertos. Até a hora da festa, eles devem ser armazenados em local frio e seco;
5 - Nunca tente reutilizar os fogos que tenham falhado;
6 - Jamais atire fogos na direção de outras pessoas;
7 - Não faça experiências ou montar seus próprios fogos de artifício;
8 - Não use fogos depois de consumir bebida alcoólicas;
9 - Deixe os fogos fora do alcance de crianças;
10 - Em caso de show pirotécnico, contrate um profissional habilitado.

O que fazer em caso de acidentes:

> Enquanto não houver atendimento no hospital, deixe a queimadura coberta com um pano limpo;
> Nunca fure as bolhas. Elas servem para proteger a área queimada;
> Não retire roupas grudadas, fragmentos de objetos ou graxas das lesões;
> Não use pomadas sem ordem médica;
> Não toque as lesões com as mãos;
> Se houver sangramento, faça um curativo com gaze ou um pano bem limpo;
> Em caso de emergência, vá para um hospital ou entre em contato com os Bombeiros pelo telefone 193.