EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

3 de Agosto de 2020

Universitárias da Baixada Santista criam Feira de Profissões Virtual

De forma gratuita, a iniciativa busca auxiliar vestibulandos indecisos por meio de lives, postagens e vídeo-chamadas

Em tempos de distanciamento social e com a incerteza pairando sobre a educação no Brasil, duas universitárias da Baixada Santista se mobilizaram para criar uma Feira de Profissões Virtual. De forma gratuita, por meio de lives, postagens e vídeo-chamadas, a iniciativa busca auxiliar vestibulandos indecisos.

A programação teve início quinta e se estende até 11 de julho. “Tudo começou com uma conversa entre duas amigas e se tornou algo muito maior”, conta Julia Simão, de 19 anos, uma das idealizadoras do projeto, com Thainná Oliveira, de 20 anos. Hoje, são cerca de 40 voluntários de diversas regiões do País.

A postagem diária de depoimentos de universitários, que explicam a dinâmica de seus respectivos cursos, foi iniciada no perfil de Julia no Instagram. Quinze graduações serão contempladas nesta ação.

No mesmo perfil, quatro lives compõem o cronograma da Feira. Com início sempre às 21 horas, cada uma delas terá a presença de dois universitários colaboradores – sendo um estudante de faculdade privada e o outro de uma instituição pública, do mesmo curso. A primeira live está marcada para este sábado e terá Engenharia como tema.

Vídeo-chamadas

Para o encerramento, dia 11, está planejada uma série de vídeo-chamadas separadas por cursos, das 13h às 18h. Quase 30 cursos diferentes serão pautados nesses bate-papos, englobando um pouco de cada área. Interessados devem preencher o formulário com nome, e-mail e curso de interesse. A confirmação da inscrição e o envio do link para a chamada serão feitos por e-mail.

União de forças

Para Thainná, o desenvolvimento do projeto foi uma forma de unir forças neste momento difícil. “Todos aqueles que já passaram, ou estão passando, pela época de escolha de curso, sabem o peso e a pressão que é ter de encontrar o curso certo. Então, com as dificuldades potencializadas, encontramos nessa ideia uma forma de auxiliar aqueles que precisam”.

Uma das vestibulandas que irá acompanhar a Feira é Anna Carolina Coqueto, de 18 anos, que mora em São Paulo. Ela concluiu o Ensino Médio ano passado e agora está participando de um cursinho pré-vestibular, ainda indecisa sobre qual caminho seguir.

Para ela, conversar com pessoas que estão na faculdade é importante para ter uma noção se o curso combinará com o perfil. Além disso, “imaginar que um dia serei eu na faculdade e no curso que quero vai trazer uma grande motivação e esperança no meio de toda essa confusão que estamos passando”, desabafa.

Lives
Sempre às 21 horas, no perfil @juhsimao_ no Instagram.​

Engenharia (27/06)
Medicina (1º/7)
Direito (4/7)
Farmácia (7/7)

Encerramento
Em 11 de julho

Bate-papo e retirada de dúvidas, na plataforma de chamadas Discord

Horários das Salas

13h às 14 horas

Psicologia e Arquitetura
Saúde 2 (odontologia e enfermagem)
Humanas (letras, ciências sociais e história)

14 às 15 horas

Saúde 1 (nutrição, fisioterapia e educação física)
Exatas (administração e ciências da computação)
Veterinária

15 às 16 horas

Farmácia
Direito

16 às 17 horas

Artes (teatro)
Engenharias (produção, elétrica, mecânica e computação)
Labs (biomedicina, química)

17 às 18 horas

Medicina
Comunicação (publicidade, marketing, design, jornalismo)

Tudo sobre: