Temporada de verão é a grande aposta para a retomada do turismo na Baixada Santista

Garantir o retorno dos visitantes de forma segura é a grande preocupação para os dias de calor

A temporada de verão é a grande aposta para a retomada do turismo em tempos de pandemia de coronavírus. Para garantir o retorno dos turistas de forma segura, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Estado de São Paulo (ABIH-SP) fez um encontro pelas redes sociais para discutir “Como as cidades do Litoral Paulista estão se preparando para receber mais de dois milhões de turistas no Verão 2020/2021?”

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O secretário Executivo da Secretaria de Turismo do Estado, Guilherme Miranda, acredita que a Baixada Santista terá 33% a mais do potencial que será captado com a proximidade do verão.

“As pessoas que não viajaram de março até agora poderão viajar daqui para a frente. Queremos o faturamento de volta, mas não incentivar o turismo em um municipio não dê conta de atender a demanda”.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista, Heitor Gonzalez, as reservas já estão superiores na comparação com o mesmo período no ano passado.

“As pesquisas estão corretas e a expectativa será de grande público. Vamos discutir mais para a frente outros detalhes, mas sabemos que o público será inclusive de maior renda do que nos últimos anos”.
Segundo Heitor, o perfil da maioria dos turistas será a que viaja para o exterior. “Este ano, por conta da pandemia, o foco será a Baixada Santista”.

Cidades

O prefeito de Guarujá, Válter Suman, único representante da região a participar da reunião, acredita que o turismo será interessante a partir do momento que também for bom para o morador da cidade.

“Temos de zelar pela cidade, que é como cuidar da nossa casa. Ao mesmo tempo, temos de resgatar o que chamamos de orgulho de viver, do pertencimento, da auto-estima do Guarujá que estava rebaixada”.

Para ele, é fundamental focar em tudo que possa ser atrativo para as pessoas, como opções de Cultura.

“Tudo isso será feito com a maior segurança possível. numa parceria entre as secretarias de Cultura e Turismo. Caminhamos norteados com medidas restritivas, preventivas e punitivas durante a pandemia”, explica o prefeito.

Já o presidente da ABIH-SP, Ricardo Roman Júnior, lembra ainda que todo cuidado é pouco com essa retomada, ainda mais durante o verão nas cidades do litoral. Para ele, o que tem acontecido no mundo deve servir como alerta para traçarmos as metas no País.

“Estamos vendo que Madrid e Nova Iorque fecharam tudo de novo por causa do coronavíus. Essa é a nossa preocupação e temos de pensar a respeito”.

Tudo sobre: