São Vicente firma contrato para guardas municipais usarem armas de fogo

Agentes com decisões judiciais já trabalham armados na cidade

Por: Rafael Motta e equipe  -  06/11/22  -  13:09
Atualizado em 06/11/22 - 21:15
São Vicente firma contrato para guardas usarem armas de fogo
São Vicente firma contrato para guardas usarem armas de fogo   Foto: Divulgação/Prefeitura de SV

As prefeituras de São Vicente e Itanhaém firmaram um termo de acordo de cooperação para que 130 guardas civis municipais vicentinos sejam capacitados a ter porte de arma de fogo.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O documento tem vigência de um ano a contar da assinatura, que ocorreu em 28 de outubro, na antevéspera do segundo turno das eleições federais e estaduais.


Em Itanhaém, guardas municipais usam pistolas semiautomáticas desde 2018. Desde maio do ano passado, a Administração de São Vicente mantém convênio com a Polícia Federal, válido por dez anos, para que seus guardas portem armas em serviço.


Hoje, há agentes que trabalham armados, mas por terem obtido decisões judiciais nesse sentido. Quanto aos demais, ainda não se tem ideia de quando começarão a circular com armamento potencialmente letal.


“O processo de aquisição dos materiais ainda está em andamento, assim como ainda está sendo definido o treinamento que será dado aos profissionais”, diz a Prefeitura, em nota.


Logo A Tribuna
Newsletter