Nova empresa inicia serviço de coleta de lixo em São Vicente

Prefeitura informa que contrato, tido como emergencial pela administração, deve ser prestado, no máximo, por seis meses

Por: De A Tribuna On-line  -  12/01/19  -  17:50
Lixo ficou espalhado em diversos pontos de São Vicente durante os últimos dias sem coleta
Lixo ficou espalhado em diversos pontos de São Vicente durante os últimos dias sem coleta   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

A Prefeitura de São Vicente formalizou contrato com a empresa Sustentare Saneamento para iniciar o serviço de coleta de lixo na cidade. Segundo a administração, por meio da Secretaria de Governo (Segov), o recolhimento do lixo começou por volta das 12h deste sábado (12). Ela ainda informa que o serviço, tido como emergencial, deve ser prestado, no máximo, por seis meses. A decisão vem depois da desistência da empresa contratada para realizar o trabalho, devido a uma dívida.


Desde quarta-feira (9), a cidade está com lixo espalhado em avenidas, ruas e calçadas, em diversos bairros. A Terracom, vencedora da licitação, declinou a proposta em decorrência de uma dívida da Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi) com a empresa.


A prefeitura informa que os trabalhos começaram pelo Centro, área das praias e na Área Continental. No domingo (13), dia em que não acontece a coleta, a empresa irá trabalhar para tentar normalizar a situação.


No período em que não houve o serviço de coleta de lixo, a administração fez "malabarismo" para manter ruas, avenidas e calçadas limpas. Equipes da Codesavi, responsáveis por fazer a limpeza de calçadas e outras áreas urbanas, ajudaram na diminuição dos impactos do lixo nas ruas.


O problema começou no fim de 2018, quando a prefeitura iniciou processo licitatório para a realização dos serviços de limpeza urbana na cidade, uma vez que o contrato vigente terminaria no dia 9 de janeiro. Porém, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) impugnou o trâmite, com uma série de questionamentos.


A administração precisou recorrer a uma contratação emergencial, tendo a Terracom como vencedora do processo. Entretanto, na quarta-feira, a empresa enviou ofício para a prefeitura anunciando a desistência da proposta.


Empresa realizará serviço da coleta pelos próximos seis meses em São Vicente
Empresa realizará serviço da coleta pelos próximos seis meses em São Vicente   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Logo A Tribuna