Moradores de São Vicente reclamam de barulho e sofrem com vandalismo no Centro de Combate à Covid

Munícipes dizem que local é invadido e que furtos são frequentes desde desativação da unidade

Por: ATribuna.com.br  -  24/08/21  -  17:42
 Vidro de Centro de Combate do Coronavírus, em São Vicente, foi quebrado
Vidro de Centro de Combate do Coronavírus, em São Vicente, foi quebrado   Foto: Reprodução

Os moradores do Centro de São Vicente que moram próximo ao antigo Centro de Combate do Coronavírus têm convivido com insegurança e muito barulho provocados por vândalos durante as noites. Imagens obtidas, nesta segunda-feira (23), mostram que o vidro usado na fachada foi estilhaçado e, no interior do imóvel, várias tábuas de madeira estão espalhadas no chão.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Além da sujeira no piso dentro do imóvel, o prédio também está com as paredes pichadas. A Tribuna já havia noticiado esta semana que um relógio de água havia sido furtado.


Em um outro vídeo enviado à reportagem, vândalos invadiram o antigo de Centro de Combate do Coronavírus para arrancar batentes das portas. O barulho em plena madrugada acordou moradores.



Histórico do Centro
Inaugurado em 28 de março do ano passado, o Centro de Combate ao Coronavírus era exclusivo para atendimento de pessoas com sintomas da covid-19. O espaço funcionou até o dia 30 de novembro na esquina da Rua João Ramalho com a Rua Campos Salles, no Centro.


Com quatro consultórios médicos, leitos de isolamento, salas de medicação, raio-X e recepção, o espaço contava também com o primeiro ambulatório específico para o atendimento de pacientes com sintomas da covid-19 na Baixada Santista.


Os primeiros problemas começaram ainda em novembro, quando exames médicos deixaram de ser realizados por falta de médicos.


Em março deste ano, sem qualquer dificuldade, pessoas entraram no local e levaram fiação e janelas de alumínio. Na época, a prefeitura prometeu que a Guarda Municipal intensificaria rondas na região.


Posicionamento da prefeitura
Nesta segunda, a prefeitura enviou uma nova nota. A administração disse que a atual gestão segue analisando criteriosamente todos os contratos, incluindo o do prédio em questão, enquanto a Secretaria de Saúde planeja nova destinação para o local, que será divulgada em breve. Segundo a prefeitura, a Guarda Civil Municipal permanece com rondas periódicas na região e os munícipes podem fazer denúncias pelo 153.


  Medidor de água foi furtado em antigo centro de combate à Covid-19 de São Vicente
Medidor de água foi furtado em antigo centro de combate à Covid-19 de São Vicente   Foto: ATribuna.com.br

Logo A Tribuna