Vila Mathias leva inclusão e diversidade para o Carnaval de Santos

Escola de samba foi a segunda a se apresentar, e trouxe temáticas como igualdade racial e inclusão de pessoas com deficiência

Por: Verônica Sampaio & De A Tribuna On-line &  -  24/02/19  -  02:17
  Foto: Vanessa C. Rodrigues/AT

A Vila Mathias foi a segunda escola de samba a se apresentar na Passarela Dráusio da Cruz, na noite deste sábado (23). O enredo da agremiação neste ano foi “A Vila canta Mandela… O caminho da liberdade”, em homenagem ao líder e representante de diversas causas sociais, Nelson Mandela. A escola também trouxe à avenida as cores amarelo, azul e branco, elementos de raízes africanas e um grande leão no carro abre-alas.


O carro abre-alas da Vila Mathias prestou homenagem à fauna africana
O carro abre-alas da Vila Mathias prestou homenagem à fauna africana   Foto: Vanessa C. Rodrigues/AT


Com 1.200 componentes e 14 alas, a agremiação teve atraso de 12 minutos e desfilou por 54 minutos. Com enredo sobre igualdade racial, a escola também trouxe inclusão à passarela. Com um intérprete de Libras traduzindo o enredo em tempo real, a Vila Mathias inovou trazendo, também, pessoas com deficiências para desfilar.


Vila Mathias levou deficientes físicos para desfilar na avenida com proposta de inclusão social
Vila Mathias levou deficientes físicos para desfilar na avenida com proposta de inclusão social   Foto: Vanessa C. Rodrigues/AT

Pai de uma menina cadeirante, Dorizete da Silva, de 63 anos, conta que achou o desfile ótimo. “Hoje em dia tem inclusão, o que ajuda muito no desenvolvimento de todo mundo. Ela tem 7 anos, e eu que cuido dela”, disse.


Dorizete conta que é a primeira vez que ele desfila pela escola, e espera que a agremiação tenha uma boa pontuação. “A importância da inclusão é que ajuda no desenvolvimento de todos, bem estar, e auto-estima. Foi muito bom, pretendo voltar outros anos”, completou.


Logo A Tribuna