União Imperial tenta seu 11º título levando a magia e a improvisação do circo para avenida

Este ano, a escola vai desfilar com 1.300 componentes, 17 alas e três carros alegóricos.

Por: Matheus Müller & Da Redação &  -  15/02/19  -  13:35
Escola leva 1.300 componentes e três carros alegóricos para cantar e contar a história do circo
Escola leva 1.300 componentes e três carros alegóricos para cantar e contar a história do circo   Foto: Vanessa Rodrigues

Atual campeã do Carnaval de Santos, a União Imperial vive em estado de graça, tanto é que resolveu levar o circo à Passarela do Samba Dráusio da Cruz. Como enredo: Respeitável Público, o Picadeiro É Verde e Rosa? É sim, Senhor!, a escola vai em busca do bicampeonato, que corresponderia ao11º título.


“A União vem forte, pois manteve a base do ano passado e ganhamos mais qualidade. Acreditamos no título”, disse o diretor de comunicação, Leandro Sardinha.


Segundo ele, a União Imperial inseriu no projeto de Carnaval “um enredo diferente e mais ousado”. “É uma exaltação à cultura popular, onde é dado valor ao trabalhador circense e aos artistas que fizeram a história dessa arte”.


E para dar vida ao planejamento, Sardinha diz que a escola precisou melhorar as condições dos carros, fantasias e aumentar o número de componentes. Este ano, a escola vai desfilar com 1.300 componentes, 17 alas e três carros alegóricos.


Finanças


O diretor confirma a dificuldade financeira vivida pelo Carnaval santista e diz que as agremiações precisam usar a criatividade e trabalhar muito durante todo o ano para que a festa aconteça.


“É possível surpreender o público, mas para isso temos que buscar parcerias, além de fazermos inúmeros eventos que gerem receita para melhorar nossa capacidade de investimento”.


Sobre o fato do repasse da Prefeitura ter aumentado de R$ 52 mil para R$ 85 mil neste ano, Sardinha lembra que as escolas não gastam só com fantasias, alegorias e carros. “Ainda temos custos de guincho, caminhão munck e baú, laudos e jurados”.


Crítica


A corrupção, que segundo a escola levou o País à crise e influenciou a queda de arrecadação de toda a máquina pública também é lembrada pela escola em seu samba-enredo, de forma leve e em tom de desabafo.


“E o Circo Brasil onde está?...Tá na corda bamba a se equilibrar...Chega! Essa “palhaçada” não tem graça!...Não tem aplauso pra essa “raça”, que envergonha a nação...Senhor, preserve o sorriso da criança... Que nunca falte a esperança... O show tem que continuar”.


Ficha Técnica


Cores: Verde, rosa e dourado


Títulos: 10


Presidente: Luiz Alberto Martins, o Pelé


Direção: Comissão de Carnaval


Carnavalesco: Renan Ribeiro


Interprete: Silvinho


Diretor de harmonia: Comissão de Carnaval


Comissão de frente: Cia Santista de Dança- ELD


Porta-bandeira: Letícia Guedes


Componentes: 1.300


Alas: 17


Carros: três


Quadripé: um


Bateria: 130 ritmistas


Rainha de Bateria : Evelyn Bastos 


Princesa: Rillare


 


O Samba


União Imperial


Enredo 2019


Respeitável Público, o Picadeiro é Verde e Rosa? É sim, Senhor!


Compositores


Gustavo Santos, Fernando Negrão, Renatinho Mc, Nikinha, Joãozinho, Diegues, Mestre Dedê e Toninho 44


 


Batam palmas, o circo chegou


Tem palhaço? tem folia? Tem sim, senhor!!!


Hoje eu vou fazer a festa e brincar o Carnaval


No picadeiro: “União Imperial”


 


Sorria...


A Verde e Rosa acabou de chegar


O espetáculo vai começar


A nossa trupe está em festa


Vem ver... o circo encantado


Sonhar acordado, se emocionar


Pipoca e gargalhada, sabor de emoção


Doce tentação


Espalhando essa arte milenar


Do velho mundo, o dom de improvisar!


 


Da cartola, será que é ilusão?


Um truque, na palma da mão


Cuidado que a monga escapou! Uh!


Na passarela o bicho pegou!


 


Artistas de todo lugar, trouxeram pro lado de cá


A chama pra nos inspirar


E o “sonho” se tornou realidade


Num céu de lona, sempre a brilhar


E o Circo Brasil onde está?


Tá na corda bamba a se equilibrar


Chega! Essa “palhaçada” não tem graça!


Não tem aplauso pra essa “raça”, que envergonha a nação


Senhor... Preserve o sorriso da criança


Que nunca falte a esperança


“O show tem que continuar”!


Logo A Tribuna