Tanque no Aquário de Santos orienta o público sobre 'pesca fantasma'

Termo representa os objetos perdidos nos oceanos e que podem machucar ou matar os animais marinhos

Por: De A Tribuna On-line  -  13/11/18  -  12:29

O Aquário de Santos inaugurou um tanque para alertar o público sobre uma preocupação que pode causar sérios danos ao meio ambiente: a pesca fantasma.


Termo que representa os equipamentos perdidos ou abandonados nos oceanos, como redes, linhas, anzóis e cabos, a pesca fantasma é uma verdadeira armadilha para várias espécies que habitam os oceanos, podendo machucar ou agté mesmo matar.


Tanque é destinado a esclarecer o público sobre este tipo de problema
Tanque é destinado a esclarecer o público sobre este tipo de problema   Foto: Divulgação/PMS

A estimativa é de que cerca de 10% dos materiais de pesca fantasma se percam anualmente no mundo.


No tanque, há itens recolhidos na baía e nas proximidades do Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, além de um display eletrônico com informações sobre o tema.


Segundo informações da Prefeitura, mais de 6 toneladas de objetos já foram recolhidos na baía de Santos pelo Instituto de Pesca, ligado à Secretaria de Agricultura do Governo do Estado faz, desde 2009. A remoção foi feita por mergulhadores voluntários e instituições como a Fundação Florestal e a Colônia de Pescadores Z1.


O horário de funcionamento do Aquário é das 9h às 18h, de terça a sexta-feira. Aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h. Adultos pagam R$ 8,00 pelo ingresso. Professores e estudantes, com apresentação de documento: R$ 4. Menores de 8 anos e maiores de 65: gratuito. Bilheteria fecha meia hora mais cedo. Informações 3278-7830.


Logo A Tribuna