EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

26 de Fevereiro de 2020

Santos vai gastar quase R$ 58 mil para 'transplante' de 6 palmeiras-imperiais

Processo de contratação de empresa levou mais de quatro meses; intervenção deve ser executada em 30 dias

Com o custo R$ 57.991,36, a Prefeitura de Santos contratou uma empresa especializada em paisagismo para o “transplante” de seis palmeiras-imperiais. As árvores sairão da Praça Visconde de Ouro Preto e serão reconduzidas à Praça Vereador José Vieira, ambas margeando a Avenida Afonso Pena, no Estuário.

A ação faz parte da obra para implantação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste, cuja entrega é prevista para abril.

O extrato do contrato foi publicado na edição desta quarta-feira (22) do Diário Oficial (DO) de Santos. Sob a modalidade dispensa de licitação, sagrou-se vencedora do certame a empresa MonteCristo Engenharia Eireli.

Além do transporte e plantio da espécie nativa das ilhas do Caribe, na América Central, o acordo prevê mão de obra, equipamentos e readequação paisagística do espaço.

De acordo com a prefeitura, as palmeiras transplantadas para o novo local serão tratadas e haverá readequação de jardins com plantio de grama, novo piso e guias.

Conforme informações do portal de transparência da administração santista, o processo para a formalização do acordo teve início em 18 de setembro do ano passado.

Em 26 de dezembro, foi pedido para que o montante para arcar os custos fosse empenhado para o orçamento municipal de 2020 – isso porque esgotaria o ano sem que houvesse a contratação da empresa. A conclusão do acordo se deu na quarta-feira passada (16). A administração estima que a intervenção seja executada em 30 dias.

Tudo sobre: