Santos quer reforçar o respeito à faixa de pedestres na Cidade

Campanha começa neste sábado e quer promover a segurança na travessia em qualquer região

Por: Natalia Cuqui  -  07/01/22  -  16:23
A Operação Travessia Segura começará na orla por causa da temporada de verão e do grande fluxo de turistas
A Operação Travessia Segura começará na orla por causa da temporada de verão e do grande fluxo de turistas   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Começa neste sábado (8) a Operação Travessia Segura em Santos, similar à Campanha Faixa Viva, que completou dez anos em 2021. Sempre aos finais de semana, a campanha ocorrerá em dez faixas de pedestres específicas, que estarão com banners e recursos visuais para orientação dos motoristas.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Até 6 de março, a campanha será promovida na orla, por causa da temporada de verão e do grande fluxo de turistas que vão à praia. Depois, migrará para outros pontos da Cidade.


“Nesta época, (a orla) é onde há maior fluxo de travessia. A ideia é que a gente tenha na Cidade este tipo de procedimento: os motoristas parando para que o pedestre faça a travessia”, explica Antônio Carlos Silva Gonçalves, diretor-presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos).


Silva afirma que cerca de 20 agentes de trânsito estarão envolvidos na campanha. Ao longo da orla, dez deles permanecerão junto de supervisores, que acompanharão o serviço. A campanha ocorrerá sempre entre as 10 e as 16 horas.


“Sem dúvida alguma, é uma campanha desafiadora, porque tem que mudar hábitos de pessoas que já têm determinados vícios. Mas é um desafio que vale a pena encarar porque queremos o trânsito seguro no Município. Outras cidades do Brasil já têm esse tipo de comportamento, como Gramado (RS), Brasília (DF) e Florianópolis (SC). Então, queremos implantar isso em Santos e vamos fazer essa campanha bem massificada no verão para mudar o comportamento do motorista”, ressalta.


O Código
O diretor-presidente reforça que, segundo o Código Nacional de Trânsito, já é obrigação do motorista parar o carro em faixas não semaforizadas para a travessia de pedestres. Ele lembra também que, em alguns pontos da Avenida Ana Costa, próximo aos shoppings, a Faixa Viva já funciona bem.


“Se o motorista cria o hábito de parar na faixa um dia, ele vai parar sempre. A gente quer consolidar isso por regiões da Cidade. No momento em que a população abraça essa campanha e entende que é direito dela atravessar na faixa com segurança, fica mais fácil ter um resultado positivo”.


Logo A Tribuna