Santos publica edital para iniciativa privada assumir Centro de Atividades Turísticas

Anúncio foi feito durante live nas redes sociais do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, neste domingo (9)

A Prefeitura de Santos publica, nesta segunda-feira (10), no Diário Oficial do Município, o edital de licitação para conceder à iniciativa privada a exploração do Centro de Atividades Turísticas (CAT) em construção na Ponta da Praia. Os envelopes com as propostas das empresas interessadas serão abertos em 10 de setembro.

As informações são do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), que neste domingo (9) à noite fez mais uma live semanal em suas redes sociais.

“Vamos abrir licitação para que empresas desse ramo de atividade (eventos) apresentem alternativas e propostas para gerir o centro de convenções e destinando receita ao Município”, disse Barbosa.

O prefeito salientou que o CAT, que o Município “viabilizou a custo zero”, por meio da “maior parceria público-privada” feita pela Prefeitura, será instalado em “um terreno do Governo Federal completamente abandonado” e “será uma grande referência ao País”.

Na semana passada, a Prefeitura sancionou a lei complementar que isenta o CAT de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O prefeito reiterou, na live deste domingo (9), que a medida não significará perda de receita para o Município, pois, por se tratar de área federal, Santos não podia cobrar tributos.

A construção do CAT faz parte do projeto Nova Ponta da Praia, feito mediante compensação paga pelo Grupo Mendes para a construção de empreendimentos residenciais no bairro e para que o Centro de Convenções no Campo Grande, que já está sendo desativado, dê lugar a um novo polo comercial.
A remodelação da Ponta da Praia tem custo estimado em R$ 130 milhões, pago pelo grupo.

Tudo sobre: