Santos preenche última vaga do programa Mais Médicos deixada por cubanos

Outras 7 vagas já haviam sido preenchidas em dezembro

Por: De A Tribuna On-line  -  22/01/19  -  13:46
Incorporação de profissionais cubanos que ficaram no país não está prevista na nova medida
Incorporação de profissionais cubanos que ficaram no país não está prevista na nova medida   Foto: Imagem Ilustrativa/Susan Hortas/ PMS

A última vaga do programa Mais Médicos, que estava sem profissionais desde a saída dos cubanos, foi preenchida na rede municipal de Santos neste mês de janeiro. Sete outras vagas já haviam sido preenchidas em dezembro, graças ao primeiro edital do Ministério da Saúde.


O médico escolhido foi Davi dos Santos Cordeiro, de 33 anos, que começou a atender, nesta segunda (21), na unidade de saúde do Monte Cabrão (Área Continental), após apresentar documentação e passar por capacitação.


“A Saúde aqui tem mais recursos diante dos locais que já passei. Tem consultório e computador para registrar a consulta e sistema de referência e contrarreferência para encaminhar os pacientes, com solicitação de exames. Isso facilita o trabalho”, destaca o profissional, que escolheu a Cidade pela infraestrutura e qualidade de vida.


Programa


Santos possuía 24 profissionais vinculados ao programa Mais Médicos, do governo federal, trabalhando na atenção básica. Deste total, oito médicos cubanos atuavam dentro da Estratégia de Saúde da Família e deixaram seus postos no dia 21 de novembro por causa do fim da parceria entre os governos do Brasil e de Cuba.


Além de Davi, os outros novos sete médicos também são brasileiros formados no País, sendo cinco deles do estado de São Paulo (três santistas) e os demais vindos dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.


Estes profissionais estão atuando, além de Monte Cabrão, nos bairros Caruara, Alemoa/Chico de Paula, Jabaquara, Centro de Saúde Martins Fontes (Vila Mathias), Castelo e São Jorge/Caneleira.


Logo A Tribuna