EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

13 de Agosto de 2020

Santos obriga bancos a oferecerem álcool em gel para clientes

A lei não abrange caixas eletrônicos fora das dependências dos bancos

Foi publicada nesta quinta-feira (2), no Diário Oficial de Santos, a Lei 3.688, que obriga agências bancárias da Cidade a oferecer álcool em gel 705 para clientes, sob pena de multa de R$ 5 mil. 

Embalagens deverão ser postas em locais de acesso e visualização fáceis, acompanhadas de uma placa sinalizadora. A lei não abrange caixas eletrônicos fora das dependências dos bancos. 

A Prefeitura destaca que, com as restrições ao funcionamento das agências decorrente da pandemia, elas são vistoriadas diariamente por fiscais de posturas, que avaliam o cumprimento de normas sanitárias. 

Para o presidente em exercício do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, Ricardo Saraiva, o Big, a medida é importante para funcionários e clientes, mas não, suficiente. Segundo Big, no começo da pandemia, os bancos tinham protocolos mais rígidos, mas relaxaram. 

“Estamos em um momento crítico de transmissão, e muitos estão achando que a vida voltou ao normal. Por isso, além do álcool em gel, é preciso garantir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos funcionários, controle de temperatura e desinfecção constante dos ambientes.” 

Por nota, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) ressalta que o sistema bancário continuará empregando todos os esforços para preservar a saúde de clientes e funcionários e irá colaborar com as autoridades sanitárias, como vem fazendo ao longo das últimas semanas. 

“As instituições bancárias disponibilizaram a testagem para 100% dos seus empregados, para a realização conforme a ocorrência dos sintomas (...). Além disso, as maiores instituições financeiras do País colocaram serviços de telemedicina à disposição dos bancários para que possam se prevenir e controlar o surgimento dos sintomas.” 

A instituição também afirma que o setor adota medidas contra a covid-19, como incentivar o uso de canais digitais como forma principal de atendimento a clientes, para evitar aglomerações.

Tudo sobre: